O que é diversidade nas organizações e qual a sua importância?

A diversidade vai além de aceitar diferentes gêneros, raças, religiões ou orientações sexuais. Trata-se de respeitar culturas, ideias e histórias de vida.
A diversidade nas empresas chegou ao Brasil na década de 90, advinda da globalização, principalmente a econômica, que trouxe consigo a redução de barreiras geográficas e também a necessidade de contratar profissionais com conhecimentos diversificados.

Assim, grandes corporações (como a Novartis e a P&G) foram pioneiras na implantação da diversidade, e colheram muitos resultados. Logo, uma cultura baseada na diversidade tem se mostrado primordial para conferir mais inovação às organizações que realmente desejam alcançar um alto desempenho.

Quais os benefícios da diversidade nas organizações?

De acordo com o terceiro relatório sobre diversidade da Mckinsey, realizado em 2020, empresas com diversidade de gênero são 25% mais propensas a ter uma rentabilidade acima da média. E quando essa comparação é feita com base na diversidade étnica, esse número sobe para 36%.

O que percebe-se pelo estudo é que essa tendência vêm aumentando a cada ano. Se compararmos os números de diversidade de gênero em 2014 das empresas do Reino Unido com os números de 2019, percebe-se um aumento de 10% na diversidade de gênero.

Portanto, promover a diversidade não é garantia de um ambiente inclusivo. Isso quer dizer que além de ter um ambiente diverso, é necessário garantir que essas pessoas se sintam acolhidas dentro da própria organização.

Pessoas com pensamentos diferentes são capazes de trocar experiências em um ambiente com uma cultura empresarial saudável. O que favorece o crescimento sustentável do negócio, como informado no estudo. Dessa forma, a diversidade nas organizações promove benefícios como:

  • Aumento da produtividade;
  • Aumento da rentabilidade do negócio;
  • Mais inovação;
  • Reconhecimento do mercado;
  • Valorização da marca;
  • Aumento dos diferenciais competitivos da empresa;
  • Aumento da lucratividade.

Como implantar a diversidade nas organizações?

Considere a realidade da sua empresa
O pontapé inicial para implementar a diversidade nas organizações é fazer uma avaliação honesta da sua companhia.

  • Será mesmo que ela está preparada para abraçar a diversidade em seus vários aspectos?
  • Qual é a cultura da organização?
  • A empresa tem feito esforços para formar e treinar as pessoas a respeito do assunto diversidade?
  • Como as pessoas dentro da empresa se comportam diante de perfis diversos?

Também devem ser avaliados os perfis dos colaboradores, a fim de identificar pontos de diversidade em comum. Seja com relação a traços de comportamento ou ideológicos.

Revise a cultura organizacional

Dificilmente a diversidade será implantada em um local com uma cultura patriarcal e cheia de crenças. Pois esses fatores impedem a abertura para o novo e o diverso.
Para elevar a cultura organizacional ao patamar da diversidade, é necessário investir em um ambiente livre de preconceitos, que seja capaz de abraçar os princípios de inclusão em todos os setores e processos de uma empresa.

Por isso, é necessário:

  • Reveja os trabalhos de integração;
  • Revise as ações e linguagens da companhia;
  • Incentive o aprendizado entre culturas por meio de treinamentos;
  • Trabalhe a conscientização de todos os funcionários.

Capacite lideranças

As lideranças têm papel fundamental na construção de times mais diversos. Elas precisam saber lidar com as várias particularidades e realidades de vida.
Será requerido desses gestores que eles saibam compreender diferentes realidades e sintetizar todas as sugestões. Para, só então, tomar as suas decisões — que devem ser aquelas que melhor representem o interesse de todos e da própria organização.

Desenvolva políticas de RH inclusivas

É dever do setor de recursos humanos conhecer e desenvolver habilidades interpessoais, para que todos possam ajudar a promover políticas inclusivas, sem distinção.
Para tanto, é fundamental saber gerenciar conflitos e também implantar o recrutamento e seleção sem prejulgamentos. A mesma regra vale para a escolha de funcionários que almejam uma promoção.

Vale lembrar que as ações de diversidade corporativa somente serão sustentáveis se contarem com o apoio da alta gestão da empresa. Somente assim a cultura da diversidade poderá ser disseminada para todos. Sendo que todas as ações serão suportadas pela gestão de RH.

Faça adaptações nos seus processos seletivos

A porta de entrada para perfis mais diversos na organização é o recrutamento e seleção. Portanto, procure por pessoas de outras culturas e origens já nas próximas seleções.

Para tanto, algumas estratégias podem ser utilizadas, como diversificar os canais de divulgação das vagas para atrair outros públicos, e também apostar na contratação às cegas.

Fortaleça a comunicação interna

Uma comunicação interna eficiente é fundamental para divulgar ideias e valores. Além de promover os propósitos culturais do conceito na companhia.

Aposte no diálogo, na comunicação face a face e em treinamentos e palestras, para que o tema seja tratado de forma aberta. Também vale a pena utilizar os veículos de comunicação da empresa, a fim de reforçar as mensagens positivas que a diversidade pode trazer para todos e para a própria organização.

Como implementar a diversidade nas organizações

 

Por Ricardo Nacarato, gerente de marketing da Pontomais onde trabalha há mais de 2 anos. É um profissional de marketing com mais de 7 anos de experiência atuando como líder de equipes multidisciplinares. Focado em performance, gestão de pessoas e aplicação de metodologias ágeis em marketing.