Nós, mulheres, estamos acostumadas a achar que um bom trabalho, aquele que executamos com seriedade e comprometimento, deveria ser o suficiente para sermos reconhecidas. Estamos tão preocupadas – ou distraídas – em fazer um serviço perfeito que desviamos toda a nossa atenção para a entrega e subestimamos a necessidade de mostrar os nossos resultados.

Esses pensamentos e comportamentos estão associados a uma crença que formamos ao longo de nossa carreira. Mas ela não é real.

Acredite, as pessoas que precisam enxergar o seu progresso estão ocupadas demais olhando para as próprias preocupações e conquistas. Então, pare de acreditar nisso e comece a promover o seu trabalho com ética e integridade.

Para te ajudar, reuni aqui três pilares fundamentais que possibilitam que nós, mulheres, cresçamos e sejamos reconhecidas, “vendendo” o nosso trabalho:

1. Reconhecer onde estão os holofotes
Este, talvez, seja o mais importante deles. Reconhecer para onde a atenção da alta liderança da empresa está sendo direcionada, alinhar isso com a sua melhor entrega e focar sua energia nesses projetos. Isso evitará que haja um desalinhamento entre as expectativas do que é essencial para a empresa e do que é importante para você, assim como evitará que você entregue o melhor possível, mas não tenha o reconhecimento que esperava, gostaria e merecia.

2. Aprender a priorizar
Se você quer dar visibilidade ao seu trabalho, não pode estar todo o tempo ocupada apenas com tarefas ou questões operacionais. É preciso ter clareza sobre o que realmente precisa ser feito por você. Muitas vezes, aquilo que consome muito tempo e energia não te ajudarão a ser relevante. Aprenda a avaliar o que deve ser prioritário de acordo com o que é importante para a empresa e deixar tarefas menos importantes para depois sem o medo de não ser “querida” por estar fazendo isso.

3. Comunicar de maneira orgânica
E claro, chegamos ao terceiro pilar, que nada mais é do que comunicar informações importantes de forma tão natural que não soe como uma estratégia, embora seja. Para nós, mulheres, assertividade demais pode soar como uma afronta, soberba, pode gerar resistência; por outro lado, esperar seu trabalho estar pronto e perfeito para ser comunicado, pode te custar muito tempo e te tornar invisível no processo.

Para finalizar, proponho que faça uma reflexão: Você consegue se imaginar subindo para o cargo que tanto deseja sem esses três pilares?

Ou se você já está nesse cargo, já imaginou como seria trabalhar menos e ter o devido reconhecimento?

Como “vender” mais o seu trabalho e alavancar a carreira

 

Por Karinna Forlenza, empresária focada em ajudar as mulheres a promoverem o seu trabalho e ganharem mais visibilidade em sua carreira corporativa. Entre seus clientes, estão empresas como Adidas, Novartis, Google, SalesForce, entre outras.