- Início

- Conteúdo

Reduza índices negativos de saúde através da medicina ocupacional

Compartilhe Este Post

O sistema de gestão de saúde ocupacional da BenCorp através do gráfico acima demonstra claramente o quanto alguns dados que podem ser obtidos em exames periódicos são de grande valor. Mais do que números as empresas começam a se conectar com as necessidades humanas no sentido de desenvolver ambientes de trabalho mais produtivos, seguros, com mais saúde, consequentemente com mais qualidade de vida.

Os princípios de QVT (Qualidade de Vida no Trabalho) sugerem que as empresas comecem a identificar os fatores que interferem na satisfação geral dos colaboradores, a fim de encontrar pontos de melhoria, neste sentido, o fator saúde é primordial.

Quando abordamos o tema medicina ocupacional, existe uma evidente conexão com o cumprimento das regras e leis, algo que parece dispendioso, por vezes incômodo, realizar e manter em dia todas as obrigações legais. Mas algumas empresas, têm descoberto na medicina ocupacional um grande aliado para melhor a qualidade de vida dos colaboradores no trabalho e consequentemente reduzir os gastos com saúde. 

A primeira e maior despesa de uma empresa é a folha de pagamento, a segunda é o benefício em saúde (ou seja, gasto com planos de saúde). Ao avaliar a crescente subida no valor dos planos de saúde é fácil entender porque os gestores de RH estão constantemente procurando soluções para reduzir o impacto deste custo nos resultados da empresa. Nestas circunstâncias, é necessário contar com um parceiro estratégico que dê a direção mais segura e confiável para atuar de maneira preventiva.

Através da medicina ocupacional, é possível detectar se um indivíduo em específico apresenta alguma comorbidade ou se tem queixas que podem indicar algum tipo de doença, no geral, se apresenta alguma mudança no seu quadro de saúde. Estas informações são armazenadas em um prontuário clínico individual, juntamente aos seus exames complementares.

Neste ponto é importante enxergar o valor destes dados, na BenCorp, por exemplo, através do sistema de gestão de dados Health Score Card® é possível cruzar estas informações com outras fontes de dado, como por exemplo, a utilização do plano de saúde (realização de exames, pronto socorro, internações, etc), consumo de medicamentos e com isso obter um apontamento sobre quais são os indicadores de saúde da empresa.

Com todo este cenário de informações na mão é possível traçar um plano de ação, com programas de promoção específicos para a população com um grau de risco mais evidente ou mesmo agir de maneira preventiva abordando um indivíduo em específico, colocando-o em um programa de gestão de saúde.

O diagrama abaixo, demonstra como é a atuação com base em dados:

A redução de índices negativos de saúde na empresa é possível através da gestão adequada de informação associada a ações pontuais de promoção de saúde, que é determinante na mudança de comportamento e conscientização, para uma melhor qualidade de vida.

Através da análise de dados e cruzamento das informações, é possível identificar a patologia mais presente nos colaboradores e, com isso elaborar plano de ação para colocar os níveis de saúde em patamares dentro da regularidade, garantindo principalmente o bem-estar.

Serviço

A BenCorp é uma consultoria que oferece gestão integrada de benefícios corporativos e saúde ocupacional, promovendo bem-estar aos colaboradores e reduzindo custos com saúde para empresas. Única consultoria com plataforma própria voltada para inteligência de dados em saúde, o HealthScoreCard®, criada em conjunto com a MIT e Ernest & Young, para realizar análises dos indicadores de saúde de seus clientes. Presente em todo o território nacional, a BenCorp conta com cerca de 3 mil clínicas credenciadas em mais de 600 cidades do País. Para saber mais, acesse: www.bencorp.com.br.

Você também vai gostar