- Início

- Conteúdo

Você já pensou em adotar a política de home office na sua empresa?

Compartilhe Este Post

O trabalho remoto tem se tornado cada vez mais presente na rotina de diversas empresas. De acordo com a revista Exame, cerca de 40% dos trabalhadores nos Estados Unidos já adotaram esse método e a tendência é que esse número aumente ao longo dos próximos anos.

Com a rotina estressante dos brasileiros, que devem acordar cedo, pegar ônibus ou metrô, passar horas no trânsito, chegar no trabalho, sair para almoçar e ainda assim cumprir a carga horária de 44 horas semanais, a adoção da política de home office pode ser uma boa solução para aumentar o bem estar dos seus colaboradores.

A ascensão da tecnologia nos garante diversas ferramentas para implantar esse conceito de trabalho, o que ajuda na redução de gastos e ainda assim acaba estimulando a produtividade, como veremos no texto.

O que é o trabalho home office

Apesar da tradução do termo "Home Office" ser escritório em casa, ele pode ser aplicado dentro do trabalho remoto ou teletrabalho. O conceito refere-se aqueles que trabalham em suas próprias casas ou em espaços alternativos como cafés e locais de coworking.

O home office é uma tendência mundial que a cada ano ganha mais adeptos. Basicamente, trata-se de permitir que o colaborador trabalhe de qualquer lugar, desde que disponha de algumas ferramentas, como telefone e um computador com conexão à internet.

O trabalho home office pode ser adotado por qualquer empresa. A reforma trabalhista que regulamentou a prática do teletrabalho e estabeleceu regras para sua adoção.

De acordo com a lei, a modalidade de trabalho remoto deve constar expressamente no contrato do funcionário, bem como a especificação das atividades. Além disso, a empresa deve especificar também a maneira na qual fará a compensação dos gastos tidos pelo trabalhador e apontar os valores e bens cedidos para a realização das atividades e que não integram o seu salário.

Em outras palavras, a lei estabelece que é de responsabilidade das empresas os gastos tidos pelos funcionários a fim da realização das suas atividades, tais como, gastos com internet, luz equipamentos como computadores entre outros.

Por isso, antes de adotar o home office, é preciso muita pesquisa, adoção de novas políticas internas, teste e projetos.

Porque sua empresa deve adotar o home office?

De acordo com um estudo desenvolvido na Universidade de Stanford, na Califórnia, os benefícios puderam ser comprovados a partir da observação em uma agência de viagens.

Nicholas Bloom, coordenador da pesquisa, observou que a produtividade dos colaboradores aumentou em 13% e eles se mostraram mais satisfeitos, além de fazerem menos pausas durante o expediente. Bloom também verificou que os trabalhadores adoeceram menos e proporcionaram 50% de economia para a empresa, se comparados aos colaboradores que continuaram trabalhando no escritório.

Ao contrário do que muitos empreendedores e gestores dizem a respeito do problema que a política de home office pode causar na comunicação e na produtividade da empresa, ela é um importante fator de bem estar ao colaboradores.

Isso porque, ao garantirem a flexibilidade tão almejada, se sentem com mais disposição e se mostram mais interessados em garantir resultados a empresa.

Vantagens do home office

Além do home office garantir a redução do custos tidos na infraestrutura dos escritórios, o crescimento e a produtividade pode ser observada com a melhoria da qualidade de vida dos, colaboradores, já que:

  • Trabalhar em casa permite que os funcionários trabalhem em um ambiente conhecido e agradável, além de possibilitar maior flexibilidade de horário ao adaptar a jornada de trabalho conforme os compromissos profissionais e a disponibilidade do trabalhador.
  • independência na execução das tarefas diárias;
  • menos estresse com o trânsito das cidades;
  • melhor controle da alimentação e hábitos mais saudáveis;
  • liberdade profissional;
  • aumento da qualidade de vida;
  • privacidade em sua rotina;
  • definição dos próprios horários de trabalho.

Como sua empresa pode adotar o home office

O primeiro passo é analisar quais são os profissionais que poderão atuar nessa modalidade, ou seja, aqueles que podem exercer suas atividades apenas utilizando um computador.

Agora, caso o colaborador precise de máquinas de grande porte ou faça trabalhos que não podem ser automatizados ou garantidos pela tecnologia, esse é um fator limitante para a realização do trabalho remoto.

Para garantir a produtividade almejada, a melhor dica é conseguir estabelecer uma comunicação direta e frequente entre gestores e colaboradores. Com isso será possível monitorar o comportamento dos funcionários e suas entregas quando estão atuando em home office.

Outras ações bastante importantes são:

  • Realizar uma pesquisa para saber se os colaboradores possuem toda a infraestrutura necessária para o home office.
  • Criar medidas para fortalecer sua cultura organizacional
  • Reforçar os feedbacks das equipes para que eles possam dar sugestões ou opiniões e a empresa possa também fazer o mesmo.
  • Incentivar a formação de profissionais com autonomia para preparar
  • Estabelecer regras para permitir o trabalho remoto
  • Reforçar suas ferramentas de comunicação interna.

Caso queira entender um pouco mais sobre como adotar a política de home office na sua empresa com mais dicas e detalhes, baixe o ebook completo e gratuito clicando no link: https://www.pontotel.com.br/manual-home-office/

Conclusão

Após entender como esse modelo de trabalho é feito, podemos afirmar que a funcionalidade do home office pode ser uma grande alternativa para sua empresa que deseja se reinventar e estimular a produção.

Essa nova política pode também ajudar os colaboradores a adquirir independência, já que na modalidade de home office, eles terão que se organizar com suas tarefas e desenvolver certa disciplina.

Agora só falta começar a implantar!

Por Ana Júlia Guimarães, redatora no blog PontoTel.

Você também vai gostar