- Início

- Conteúdo

Um líder compreende, motiva e colabora com a equipe

LIDERANÇA 6170

Compartilhe Este Post

Liderar é, sem dúvida, uma das funções mais importantes de um gestor. Muitas vezes as pessoas entram nas empresas pela marca e saem pelos chefes ou por desalinhamento de propósitos. Por isso, em qualquer situação ou cenário, liderar a sua equipe é preciso e isso consiste em compreender as pessoas e entender como se engajam e se tornam mais efetivas.

Em outras palavras, um líder precisa prestar atenção em sua equipe, o que demanda tempo, disposição, estudo e muita escuta ativa para conhecer os diferentes perfis profissionais, saber motivar e conseguir o melhor dos talentos. É uma dedicação que é recompensada e se converte em resultados mais qualitativos e efetivos para o negócio.

Uma pesquisa do movimento “Empresas Humanizadas” revelou que os resultados das empresas são três vezes superiores quando a equipe é engajada e comprometida, que depende de um líder que se envolva realmente nos projetos e gerencie as demandas e as expectativas da alta direção e dos clientes junto aos seus talentos.

Quando os profissionais se sentem desvalorizados e desmotivados, a tendência é que reclamem mais, percam produtividade, evitem inovar ou serem proativos, o que exigirá deles mais dedicação e empenho. Ou seja, por que colaborar com um gestor que só manda, exige e não se engaja para alcançar os objetivos esperados e que não se comporta como parte do time?

O primeiro passo para você exercer uma liderança efetiva é conhecer a equipe, os pontos fortes e fracos de cada talento e como é possível incentivar a pessoa e se aperfeiçoar e a superar até mesmo suas próprias expectativas. Um verdadeiro líder se dedica para motivar os talentos, sabe quais são os propósitos pessoais e profissionais, o que os faz felizes no trabalho, o que os incomoda e, principalmente, quais são as características que valorizam em um líder.

A produtividade cresce significativamente quando as pessoas gostam do que fazem e desenvolvem um sentimento de pertencimento a uma equipe, cuja liderança é colaborativa e se mostra presente nos momentos de vitória e de crise. Elas são mais produtivas quando são ouvidas e reconhecidas pelo bom trabalho e dedicação; quando têm liberdade para dizer o que pensam, para colaborar e fazer críticas construtivas, indicando pontos de melhoria e, principalmente, quando há confiança e respeito mútuos.

Um bom líder tem o compromisso de ouvir os colaboradores sempre, preferencialmente reservando tempo para isto pelo menos uma vez por semana. Ou seja, dedique seu tempo e escuta para permitir que contribuam com ideias e elevem seus conhecimentos individuais e organizacionais. Nestes momentos mantenha o foco, esqueça o celular, os e-mails e os outros compromissos. Afinal, a liderança deve ser moldada por um bom exemplo.

Em relação ao trabalho, o líder está sempre focado em entender se as habilidades da sua equipe estão em equilíbrio com os desafios propostos. Se desafios são maiores do que é possível atender, ele deve estar preparado para buscar ajuda extra em outras áreas ou no mercado, sem menosprezar ou desmotivar seus talentos em seus processos individuais de evolução profissional.

Ao conhecer as pessoas, seus conhecimentos, habilidades e atitudes, o líder está sempre apto a colocar as pessoas certas nos lugares certos a fim de garantir bons desempenhos, entregas de qualidade e resultados qualitativos aos negócios. Em tempos difíceis e de muitos desafios como os atuais, a liderança é colocada à prova a todo momento. Diante deste cenário, um líder é ainda mais necessário e valorizado, podendo fazer a diferença não só para o sucesso dos negócios, mas para garantir a competitividade e a sobrevivência da empresa.

Aproveite todas as oportunidades possíveis para se comunicar com sua equipe e iniciar um novo ciclo em sua gestão, com uma liderança forte e eficaz para alcançar novos voos.

Por Elaisa Bagatelli (capa), diretora executiva do escritório Fass, especializado em direto empresarial e digital

Você também vai gostar