- Início

- Conteúdo

Treinamentos Para Aposentados Garantem Aumento Do Empreendedorismo 50+

Compartilhe Este Post

Um fenômeno recente tem impactado consideravelmente a economia do Brasil: o empreendedorismo na terceira idade, também conhecido como empreendedores 50+.

O número de empreendedores aposentados tem aumentado significativamente no Brasil, segundo estudos do Instituto de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com o órgão, o empreendedorismo na faixa dos 50 aos 59 teve um crescimento de 57%.  

Somando os dados estáticos, alguns fatores que contribuíram com o aumento desse número, são: necessidades financeiras; reforma da previdência; a longevidade; oportunidade de explorar as experiências anteriores; sonho de empreender em algo que gosta; manter-se ativo profissionalmente, entre outros.

Calcular os Riscos

E para empreender com menores riscos, houve aumento também da busca por treinamentos especiais voltados aos profissionais que estão prestes a se aposentar ou que já se aposentaram, mas continuam trabalhando. Inclusive, é crescente o número de empresas que se destacam no mercado oferecendo benefícios aos seus colaborares nesta fase. Hoje, o programa mais abrangente é o PPA (Plano de Preparação para Aposentadoria).

O PPA é um programa desenvolvido por empresas como a Razão Humana Consultoria, da especialista e Consultora em Gestão de Pessoas, Helena Ribeiro (capa).

Segundo Helena, o programa consiste em trazer expectativas positivas para a fase pós-aposentadoria, explorando novas formas para melhorar a qualidade de vida de profissionais que estão prestes a se aposentarem.

Questões como impacto financeiro, muitas vezes acarretam mudanças significativas na vida do aposentado. Portanto, a probabilidade de muitos empreenderem por necessidade de manterem a renda, é uma realidade.

Outros empreendem por oportunidade ou realização de um sonho, que além de manter o padrão de vida, poderá melhorar a renda e continuar ativo profissionalmente.

A especialista afirma que toda a experiência adquirida irá contribuir como o empreendedor 50+. Porém, realizar um bom planejamento estratégico e focar na viabilidade de negócio de curto, médio e longo prazo, serão ações essenciais para empreender. Principalmente nessa fase, pois se errar, o preço a pagar será muito alto. Afinal, estará investindo suas reservas ou parte dela, para empreender”.

“Em casos que empreender era a realização de um sonho, após um bom planejamento, e principalmente avaliação dos riscos, muitos não arriscam. Afinal, o sonho pode virar um pesadelo. E nada de traumas, eles vão buscar novos sonhos e percebem que continuarão ativos atuando com futuros parceiros em projetos pontuais. Podem praticar o voluntariado, participar de grupos como Lab60+, MaturiJobs entre outros. Também dedicarão mais tempo cuidando da saúde física e mental. Afinal, a longevidade é fato e eles poderão passar dos 90+, afirma Helena.

Motivações

“Um fator advém de executivos, entre outros profissionais, que participaram de um P.D.V (Programa de Demissão Voluntária), onde as empresas ofereceram um ótimo pacote de benefícios. Principalmente para aqueles que já estão aposentados, mas continuam trabalhando. Afinal, as empresas precisam oxigenar as equipes e para prepará-los para as novas fases, elas oferecem um Programa de PPA” comenta a consultora. 

Um PPA bem estruturado leva informações importantes para auxiliar esta fase de transição. Abordamos temas relevantes e de maneira reflexiva, entre eles: Estado Emocional, Psicológico e Mindset; Ciclo Profissional e Síndrome do Ninho Vazio; Saúde e Qualidade de Vida; Longevidade; Assédios Financeiros; Visão do Mundo Atual; Era Digital, Planejamento Financeiro; Plano de Ação; Empreendedorismo 50+; Voluntariado; Lazer, Espiritualidade, entre outros. Portanto, participar de um PPA dará ao futuro aposentado a oportunidade de refletir e se preparar para novas fases. Em especial, para quem vai empreender, que poderá explorar todo o conteúdo do PPA para realizar o seu Plano de Ação”, enfatiza Helena Ribeiro.

A procura de PPA também é crescente por profissionais que quer planejar sua aposentadoria, mas são autônomos ou trabalham em empresas que ainda não oferecem este benefício. Para estes casos é ofertado o processo de Coaching de PPA, que pode ser realizado individualmente ou em grupos.

Dificuldades

Helena Ribeiro aponta as principais cautelas que o empreendedor precisa ter. “Ser empreendedor nunca foi e nem será um mar de rosas. Aquela frase, “agora sou dono e posso tudo” é ilusão. Suas responsabilidades aumentam, seu sono diminui, os riscos são reais, o mercado é cruel e você precisa estar muito preparado para empreender. “Acredito que nesta fase a maior dificuldade seja avaliar onde, em que, quanto investir, como empreender? Afinal, qual é o seu cenário?”

  • Seu negócio será uma empresa em funcionamento ou herdada da família?
  • Se herdada, você já esteve envolvido e acompanha os processos?
  • Vou abrir um negócio como meio de subsistência para suprir uma previdência privada ou a aposentadoria do INSS? Neste caso, o que abrir e quanto investir?
  • Não conheço muito do ramo, mas vou abrir um negócio porque é um sonho e acredito que tenho perfil empreendedor e dará certo. Será? Vale a pena o risco?
  • Dentre tantos outros motivos que surgiram milhares de empreendedores de sucesso, e infelizmente de insucesso. E qual é o seu cenário?

“Fazendo a 'lição de casa' as vantagens serão diversas. Principalmente se conseguir colocar em prática tudo aquilo que acreditava ser o certo, mas que muitas vezes não consegui vender suas ideias até o momento. Porém, agora como empreendedor poderá arriscar e se tornar um empresário melhor para os seus colaborares e para a sociedade” completa Helena.

E para saber mais sobre o cenário do mercado de trabalho e as oportunidades para o público 50+, não deixe de conferir a trilha de conhecimento exclusiva que o RH Pra Você criou para falar sobre o assunto. Basta clicar na imagem abaixo:

Gostou desse post? Compartilhe!