- Início

- Conteúdo

Tecnologias De Prospecção Aumentam Faturamento De 67% Das Empresas

Pesquisas 593

Compartilhe Este Post

Ainda uma iniciativa muito jovem no Brasil, a prospecção digital de clientes começa a ganhar relevância no mercado corporativo por conta dos resultados alcançados pelas empresas em curto e médio prazo. Uma pesquisa inédita, junto a 200 companhias nacionais dos mais variados tipos e perfis, revela que 67% delas observaram aumento em seu faturamento após usar ferramentas que automatizam a prospecção por pelo menos um ano. De modo geral, incluindo os negócios que utilizam o recurso há menos de 12 meses, 30% do total informam que tiveram incremento nas receitas. 

Realizado pela Ramper - startup criadora da principal plataforma de prospecção digital no Brasil - o levantamento aponta também que 75% das empresas registraram crescimento no número de vendas quando passaram a utilizar tais ferramentas no departamento comercial, sendo que 28% aferiram uma melhora expressiva.

Outro dado relevante coletado pela pesquisa diz respeito ao menor esforço despendido pela equipe de vendas no dia a dia. Em média, os vendedores conseguem reduzir 32% do tempo de atividades operacionais com a utilização de plataformas digitais de prospecção. O levantamento constata ainda que as empresas acrescentam em 33% o volume de leads (contatos) no funil de vendas após automatizar o processo, fator que concede maiores possibilidades de geração de negócios.

Apesar dos bons índices registrados pelo mercado, somente 15% das companhias pesquisadas usam as ferramentas de prospecção há pelo menos dois anos. De acordo com Ricardo Corrêa, cofundador e CEO da Ramper, ainda que as startups e algumas empresas de tecnologia já conheçam e usufruem dos benefícios do recurso, a grande maioria - especialmente as mais tradicionais - desconhecem o seu potencial. “Esse cenário mostra que há uma grande oportunidade para os empreendedores explorarem um canal antes da concorrência, o que mais a frente pode se tornar um diferencial competitivo e também de redução do esforço/custo das vendas”, avalia. 

Além disso, o investimento na automatização da prospecção é até mesmo uma questão de valorização ao maior ativo de qualquer negócio: o time de vendas, na visão de Aaron Ross, co-autor do livro best-seller Receita Previsível, e corroborada pelo executivo. “Ao disponibilizar as ferramentas necessárias para os principais responsáveis pela geração de negócios, as empresas têm mais chances de conseguir vender de maneira assertiva e, por consequência, elevar os níveis de eficiência e produtividade, como mostra o levantamento”, conclui Ricardo.

Gostou desse post? Compartilhe!