- Início

- Conteúdo

Sim, Você Tem Sorte. Muita Sorte.

Coluna

Compartilhe Este Post

Não só a sorte de quem faz por merecer, mas aquela sorte que vem “de graça”. Eu tenho sorte de ter saúde, de ser inteligente, de me comunicar bem... eu tenho sorte de ter nascido numa família que pôde me oferecer tudo quando eu não tinha condições de me prover nada. Eu tenho sorte de, no meu caminho, ter cruzado com tanta gente do bem, disposta a me ajudar. 

Eu tenho a sorte de ter tido um filho perfeito, tenho a sorte de viver um amor tranquilo (com sabor de fruta mordida)...

Eu tenho a sorte de ter consciência de que, apesar disso tudo, eu mereço mais e que para isso eu preciso fazer por merecer. 

Esses dias assistindo a um capítulo de Designated Survivor uma cena me fez pensar nisso tudo.             O personagem principal dizia se sentir “culpado” por ter tido a sorte de ter sobrevivido. Ele afirmou que durante um tempo se sentia mal com a situação, mas que agora ele entendia que “pessoas de sorte como eu só têm uma a coisa fazer: RETRIBUIR”.

E eu fiquei com isso martelando em minha cabeça. 

Quanto mais eu retribuo ao mundo a minha sorte, mais sorte eu tenho. 

Talvez, diante dos desafios que a vida nos impõe nós nos esqueçamos desse tipo de sorte. 

Lembro que uma vez, no início da adolescência eu estava frustrada por ter perdido alguma “parada” e meu pai disse: “Filha, você é uma vencedora. Venceu a principal corrida, a da Vida! Em meio à milhões de espermatozoides foi você que chegou lá”. Achei bonitinho, sorri e continuei frustrada. 

Hoje entendo o tamanho dessa sorte: a de vencer a corrida da Vida, a de superar tantos obstáculos que ela nos impõe desde o nascimento e a de ter um pai capaz de me dar essa força num momento difícil.

... Olhe ao seu redor e identifique o quanto de sorte te rodeia. Seja grato e use a sua sorte para ser a sorte na vida de alguém. 

Transborde seu melhor. A vida retribui.

Por Carolina Manciola, sócia diretora da Posiciona Educação & Desenvolvimento. É uma das colunistas do RH Pra Você.

O conteúdo dessa coluna representa a opinião do colunista. Foto: Divulgação

Gostou desse post? Compartilhe!