- Início

- Conteúdo

São Paulo Apresenta Crescimento Nos Investimentos Em Inovação

Inovação

Compartilhe Este Post

Segundo números divulgados pela Desenvolve SP, agência de fomento estadual que atua desde 2009 no Estado, os investimentos em inovação vêm passando por uma crescente exponencial. Somente entre 2017 e 2018, o volume de financiamentos da instituição destinados a essa finalidade aumentou em mais de 30%. A marca desembolsada no acumulado deste ano deve ser superior a R$ 60 milhões.

De 2009 para cá, a empresa já financiou um total de R$ 171,9 milhões em projetos inovadores. Deste montante, R$ 9,5 milhões foram destinados para empresas do setor de comércio, R$ 52,2 milhões para indústria e R$ 110,1 milhões para o setor de serviços – de longe o que mais investe em soluções criativas.

“Incentivamos a inovação nas PMEs oferecendo condições de crédito favoráveis para que elas cresçam e se tornem cada vez mais competitivas. Mais do que um desafio, esta tem sido nossa estratégia para fomentar a economia do Estado de São Paulo”, destaca Álvaro Sedlacek, presidente da Desenvolve SP.

Desde 2013, a instituição aderiu a linhas exclusivas dedicadas a financiamentos inovadores. Ao mesmo tempo, a fim de incentivar a cultura empreendedora, também passou a percorrer o Estado com os eventos do “Movimento pela Inovação”, que busca aproximar a produção acadêmica do mercado. “Em um esforço conjunto com as principais instituições brasileiras de apoio ao segmento, como IPT, Fapesp e Finep, levamos informação e consultoria gratuita para acadêmicos e empreendedores transformarem ideias disruptivas em negócios de sucesso”, diz Sedlacek.

O auge dos financiamentos para inovação em São Paulo ocorreu em 2016, mesmo com o cenário de crise econômica que envolve o Brasil. Em relação ao ano interior, o crescimento foi de 2015. “É também nos momentos de crise que as empresas encontram oportunidade de inovar e ganhar um diferencial. Porém, mesmo quando falamos de startups, é preciso levar em consideração a maturidade e a viabilidade do projeto, bem como o potencial do mesmo em alavancar o mercado. Esse é nosso papel enquanto agência de fomento”, completa o gestor”.

Gostou desse post? Compartilhe!