- Início

- Conteúdo

Qual o impacto da felicidade?

Compartilhe Este Post

Acabo de colocar na nossa galeria de vídeos um conteúdo que traz o tema: O jeito Harvard de ser feliz. E eu fecho a semana com a curiosa conclusão de que eu ouvi, li e recebi muitas informações sobre: a Felicidade!

Primeiro veio a notícia da Universidade de Brasília, que entrará no segundo semestre com a nova abordagem acadêmica: o estudo vivencial da felicidade, aos alunos do campus do Gama - que concentra faculdades de engenharias aeroespacial, automotiva, eletrônica, de energia e de software. Ao que pude ler, trata-se de um campus de difícil acesso, com disciplinas curriculares puxadas, em que os alunos – na sua maioria muito jovens – têm medo de falhar.

Esta é a primeira vez que a disciplina é ministrada em uma instituição superior pública do Brasil. Lá fora, a prática já é mais comum em Harvard e Yale, por exemplo. O objetivo em todas elas é o de “ensinar” como transpor as adversidades da vida.

Passamos para o lado de cá... Qual o impacto da felicidade no trabalho?

Não é segredo, e os especialistas confirmam, que a satisfação dos colaboradores afeta diretamente uma série de métricas importantes para o negócio como, a produtividade e o turnover.

Um trabalhador feliz entrega mais, é comprometido, quer fazer a diferença, trazer projetos inovadores e crescer na empresa.

O psicólogo Shawn Achor argumenta com muito humor em seu TED (famoso TED, por sinal) que a felicidade inspira a produtividade... Ops... então as empresas estão bem certas em se preocuparem com o tema. Em tempos difíceis, em que as frases são mais pessimistas do que otimistas, eu tenho razão na minha impressão de que as pessoas estão falando mais sobre a Felicidade.

A faculdade já implementou o seu programa de ensino. Mas e você, o que anda fazendo?

Vale a apena assistir ao TED do Shawn.