- Início

- Conteúdo

Qual é o papel do facilitador de treinamentos em meio ao coronavírus?

Compartilhe Este Post

A educação está passando por uma grande transformação. O aluno mudou, a sala de aula está mudando e os professores estão sentindo o chamado para acompanhar essa evolução e aprimorar seus métodos de ensino, abrindo mão de um perfil mais centralizador e único detentor do conhecimento para uma posição de facilitador que estimula a descentralização, o autoconhecimento, a escuta empática e outros atributos importantes.

É aqui que entra a importância do facilitador, que significa ser um hábil instrutor que atua como mediador entre aluno e conteúdo transmitindo, facilitando e construindo conhecimento junto com o aluno. O papel do facilitador é criar, cuidar e explorar espaços de reflexão e conversa a fim de extrair dos seus alunos o que eles têm de melhor a oferecer para a resolução de uma determinada questão (ou propósito). No processo da andragogia (arte ou ciência de orientar adultos a aprender), o facilitador reconhece o seu aluno como alguém repleto de experiências e culturas. O facilitador estimula o participante a ser o protagonista do próprio caminho de aprendizagem. Ele não traz conhecimento pronto, mas ajuda a refletir ao fazer perguntas poderosas e ao oferecer experiências e dinâmicas com intenção.

Mas e o Coronavírus? Nos vemos em um momento de muitas incertezas e as necessidade de adaptação se faz ainda mais importante. Afinal, estamos em um ponto em que NÃO podemos parar, mas as limitações físicas são inúmeras. Em geral, um treinamento costuma ser pensado para uma transmissão massiva, para equipes inteiras ou mesmo toda a empresa. Com a pandemia do COVID-19, uma solução de aprendizagem presencial se torna algo altamente perigoso e inviável, por conta do alto risco de contágio. É preciso desenhar as soluções de aprendizagem pensando no contexto atual. 

“Um grande receio dos empreendedores e líderes organizacionais está relacionado com o risco de determinados segmentos simplesmente pararem por conta do surto, porém, essa é a hora justamente de NÃO parar. Os empreendedores precisam estar preparados para tocar as demandas nas próximas semanas, ainda que de um jeito diferente e, claro, buscando soluções para garantir a saúde de todos. É preciso de adaptar e temos excelentes maneiras para isso”, explica Flora Alves, idealizadora da metodologia Trahentem® e CLO da SG - Aprendizagem Corporativa.

E a tecnologia é uma grande aliada neste momento em que vivemos e pode ser usada pelo facilitador adaptar os treinamentos, tendo a mesma importância para meios de aprendizagem como E-Learning, Mentorias, Mobile Learning, Palestras ou Streaming  e Videoconferência, que são boas maneiras para garantir a saúde de todos.

E-Learning - é uma modalidade de educação através da qual se faz necessário o uso de um ambiente virtual de aprendizagem, na maioria das vezes disponibilizada através de uma plataforma e-learning.

Mentoria - É, sobretudo, ser orientado, guiado por um mentor via internet, com as ferramentas digitais que nós usamos no nosso dia-a-dia. Seja por videoconferências, WhatsApp, Facebook, Telegram, enfim. É uma mentoria feita online, sem barreiras geográficas.

Mobile Learning - O mobile learning (m-learning) é uma metodologia de ensino que proporciona um novo ambiente para alunos e professores, usando dispositivos móveis como plataformas para viabilizar o aprendizado a distância. O modelo acompanha a tendência de adoção de smartphones e tablets no dia a dia das pessoas, permitindo que esses dispositivos sejam usados como canais de aprendizado. 

Palestras via streaming - Streaming é uma forma de transmissão de som e imagem através de uma rede qualquer de computadores. Ele foi criado para não ser necessário efetuar downloads de arquivos para consumir áudio e vídeo no computador. Com esta tecnologia, a máquina recebe as informações ao mesmo tempo em que as repassa ao usuário.

Videoconferência - É uma tecnologia que permite o contacto visual e sonoro entre pessoas que estão em lugares diferentes, dando a sensação de que os interlocutores encontram-se no mesmo local. Permite não só a comunicação entre um grupo, mas também a comunicação pessoa-a-pessoa.

A realidade agora é essa, repleta de incertezas. Mas, estamos preparados para enfrentar tudo o que está por vir e podemos contar com a tecnologia ao nosso favor. 

Diante a esse cenário, qual a sua forma de agir e se posicionar? Você tem duas opções: Estacionar e acreditar que logo menos tudo voltará a ser como era antes ou reconhecer que esta é a nova dinâmica e você precisa estar preparado para os novos desafios. 

Trahentem® digital - Ferramenta online colaborativa para a construção de soluções de aprendizagem

No cenário atual, é preciso manter os esforços e não deixar a aprendizagem parar. A ferramenta Trahentem® digital é uma grande aliada para isso, sendo uma forma colaborativa à distância que trata-se de uma metodologia de Design de Aprendizagem que utiliza três modelos de Canvas, que foram elaborados para facilitar o processo de diagnóstico, a seleção de conhecimentos e conteúdos e o Design de Soluções focadas na maneira como as pessoas aprendem e na performance dessas pessoas. Dessa maneira, o método atende às necessidades dos Designers Instrucionais ao aliar velocidade, criatividade e otimização de resultados para a criação de soluções de aprendizagem completas.

“A customização de treinamentos é fundamental para atender de forma específica esta nova demanda em que vivemos. Com a metodologia Trahentem para o Design de Aprendizagem com uso de Canvas é possível criar uma solução de aprendizagem centrada no ser humano que precisa aprender, bem como nos conhecimentos essenciais para que ele desempenhe seu trabalho de maneira produtiva e focada em sua performance, sem perder de vista o contexto na qual a organização está inserida”.

A versão do Trahentem® digital pode ser encontrada em www.canvastrahentem.com

Você também vai gostar