- Início

- Conteúdo

Por Que O Seu Rh Precisa Evoluir Para Um Centro De Serviços

Planejamento

Compartilhe Este Post

Muito se fala em transformação digital e na mudança brutal que um novo modelo de atuação, gestão e produção irá imprimir à rotina dos profissionais. É fato que as mudanças estão acontecendo em uma velocidade muito maior do que antigamente e que, invariavelmente, somos todos impactados por novos formatos de comunicação.

Foi-se o tempo em que o telefone era a melhor e mais usual ferramenta para se resolver qualquer situação relacionada ao RH de uma empresa. O próprio setor, inclusive, não é mais o mesmo. A transformação digital exige uma otimização de processos para que o setor possa direcionar seus esforços a competências muito além das operacionais, com estratégias que visam retenção e atração de talentos, construção de times engajados e produtivos, avaliações efetivas de melhorias para as equipes.

Assim, como garantir que o trabalho operacional, o atendimento a dúvidas e solicitações, especialmente em empresas de grande porte, não tornem o RH meramente funcional? A resposta está no desenvolvimento de um novo formato de atendimento, em que RH e TI caminham juntas.

É neste contexto, que os centros de serviços compartilhados (CSC), que aliam rapidez e efetividade no gerenciamento de demandas, enquanto desafogam rotinas operacionais do RH, aparecem como uma solução cada vez mais presente no processo de transformação digital das empresas. A concentração de atividades e atendimentos em um núcleo voltado justamente para a melhoria destes processos garante ao restante da equipe e dos setores o foco em seu core, com atuações mais estratégicas e em crescente melhoria. Cada vez mais será necessário automatizar processos e levar para o CSC demandas operacionais, em que há uma participação muito grande de práticas comuns à TI, como automação de dados e implantação de SLAs. Rotinas de atendimento com apoio de robotização, assistentes virtuais, análise qualitativa e quantitativa dos atendimentos trazem uma série de benefícios para a empresa e é no CSC que elas acontecem.

Além disso, concentrar em um CSC as principais demandas de atendimentos (como acesso a folha de pagamento, dúvidas sobre férias e remuneração, envio de atestados médicos e alterações de benefícios, por exemplo), torna o trabalho muito mais eficiente. Muitos dos processos, que antes precisariam da intervenção de um profissional, podem ser resolvidos pelo próprio solicitante, através de plataformas de atendimento facilitadas e intuitivas, além do apoio de assistentes virtuais.

Por fim, a convergência entre TI e RH dentro de um CSC resulta em custos reduzidos e processos mais claros, bem direcionados e com dados que permitem a melhoria constante no atendimento. Há ainda a mudança de cultura, com a implantação de práticas ligadas à transformação digital, em que soluções e pessoas atuam em conjunto em busca de mais produtividade e resultado.

Informações precisas sobre as equipes e dados relacionados à atuação das pessoas, seu comprometimento e contribuição para a empresa proporcionam gestão mais proativa e assertiva.

Por Gabriel Guterro, gerente de negócios da Ellevo

Gostou desse post? Compartilhe!