- Início

- Conteúdo

Pesquisa: a relação do home office com o bem-estar em meio à pandemia

Pesquisas 2038

Compartilhe Este Post

Muitas pessoas passaram a trabalhar em casa, de uma hora para outra, a partir do início da pandemia do vírus COVID-19. Este movimento trouxe impactos à saúde e à qualidade de vida para profissionais no mundo todo.

O Centro de Pesquisa e Administração em Saúde da Fundação Getulio Vargas (GVSaude), com apoio da Sharecare e do Grupo TopRH, está realizando a pesquisa “Trabalho em Casa – Impacto na saúde e no bem-estar. Trata-se de uma pesquisa on-line, anônima, mas que pode ajudar muito a discutir como as pessoas estão se sentindo nesta condição, as políticas de Recursos Humanos das empresas e as estratégias para o melhor gerenciamento desta situação.

A pesquisa faz parte de um estudo internacional liderado pelo Institute of Employment Studies (IES) de Londres. Na primeira amostra da Inglaterra, a maioria das pessoas relataram impacto no sono, na alimentação e na atividade física e o surgimento de dores em várias regiões do corpo, além de cansaço e alterações emocionais.

Os resultados ajudarão a discutir o tema no Brasil e buscar sensibilizar as lideranças da importância do cuidado com a saúde e a qualidade de vida dos profissionais que estão trabalhando em casa.

Contamos com a sua participação. A pesquisa é rápida e está disponível no link: https://bit.ly/3dgFQMG.

 

Você também vai gostar