- Início

- Conteúdo

Pandemia: 3 dicas para otimizar o processo de Recrutamento e Seleção

Compartilhe Este Post

Com a pandemia do novo Coronavírus decretada pelo Ministério da Saúde no Brasil, e diante do alto número de casos já confirmados no país, empresas dos mais diversos portes têm colocado em prática iniciativas para conter o avanço da doença entre seus colaboradores. Home office, férias, e licenças não remuneradas são algumas delas. Outra ação importante tem sido alertar para os perigos do contato físico e das aglomerações de pessoas. 

Nesse cenário, a maioria dos eventos e as reuniões presenciais já foram cancelados. Mas e quando se trata de processos imprescindíveis para a continuidade dos negócios e que requerem a presença física, tais como o de Recrutamento e Seleção, que, muitas vezes pode reunir muitos candidatos em um mesmo ambiente? 

Neste sentido, a tecnologia vem ganhando espaço, se tornando uma forte aliada para que as áreas de RH possam driblar essa situação e dar continuidade ao seu cronograma de contratações. 

Aponto abaixo algumas dicas para colocar em prática o uso da tecnologia: 

Faça a aplicação de testes on-line - Coloque testes de habilidades e psicológicos em plataformas virtuais, capazes de armazenar com segurança os dados dos candidatos, e que sejam facilmente acessíveis. Assim, é possível evitar que os envolvidos, candidatos e avaliadores, compartilhem o mesmo espaço, na hora de responder as questões. 

Realize entrevistas ao vivo - Com as entrevistas por vídeo em tempo real, a área de RH pode fazer as primeiras etapas do processo de seleção com os candidatos, conferindo, muito mais agilidade e eficiência. Isso porque não há a necessidade de contato direto com o candidato, sem precisar que o candidato se locomova e aguarde a vez dele, o que também evita o possível contágio com o Coronavírus. 

Programe entrevistas gravadas - Com um software de recrutamento e seleção, ainda é possível gravar as entrevistas. O candidato grava um vídeo, respondendo às perguntas da entrevista de emprego, e o recrutador pode analisar, posteriormente, determinadas questões, como a comunicação interpessoal do candidato, a oratória, a dicção, a capacidade de expor e sintetizar ideias, entre outros fatores. 

Tanto as entrevistas gravadas, como as aplicações de testes online, também otimizam o tempo das equipes de recrutamento e seleção, já que a agenda dos recrutadores não fica bloqueada, e podem conferir as respostas no momento mais oportuno. É também possível compartilhar o material com outros analistas e gestores. Todo esse cenário torna possível que a equipe de Recursos Humanos se dedique a questões mais estratégicas na organização e evitem a transmissão da COVID-19. 

Outra vantagem é que a empresa evita que muitas pessoas circulem pelas áreas comuns, o que ajuda a diminuir a difusão do contágio, preservando a saúde dos demais colaboradores da organização. 

É válido lembrar que, para transformar digitalmente sua área de RH, é ideal contar com um fornecedor de confiança e que tenha expertise em soluções para recrutamento e seleção de ponta, para entender a demanda específica do seu negócio. Caso contrário, corra o risco de ficar para trás nestes tempos de incerteza. 

Por Wagner Santos, COO do Compleo

Você também vai gostar