- Início

- Conteúdo

Os 8 C’S Para Criar Uma Equipe De Alta Performance

Compartilhe Este Post

Nenhum de nós é tão bom quanto todos nós juntos. Esta é a mais importante afirmação quando se fala em equipe de alta performance. Pode até parecer meio óbvio dizer isso, mas o desempenho de uma equipe é tão importante quanto o próprio. Uma equipe de alta performance pode fazer toda a diferença no sucesso de uma empresa. O desafio aqui é fazer com que todos compartilhem os mesmos valores, com objetivos claros e uma única visão do negócio.

Para isso, é necessário sinergia, que significa trabalho em conjunto. Sinergia é quando duas ou mais causas produzem um efeito maior que a soma dos efeitos que produziriam atuando individualmente. No mundo corporativo, sinergia é a comunicação coerente, em que os valores individuais (paixão, disciplina, visão e consciência) se identificam e alinham com os valores organizacionais, de tal modo que os valores das diferentes equipes possam se harmonizar entre si.

A organização é uma reunião de pessoas voltadas para a realização de um objetivo comum. O dia-a-dia de grande parte das empresas se estrutura a partir de múltiplos propósitos, apresentando tipos de “reunião de pessoas” responsáveis por diferenciados graus de dificuldade em relação ao cumprimento da missão básica proposta. Integrar essas equipes e torná-las sinérgicas é um processo de mudança voltada basicamente para a melhoria do nível qualitativo dessa “reunião de pessoas”, em relação aos objetivos organizacionais estabelecidos.

Alguns benefícios de sinergia na organização são: as equipes têm mais fontes de informações, são mais criativas, o trabalho em equipe incrementa a aprendizagem, há satisfação das pessoas quando participam de um processo de decisão e os membros das equipes aprendem mais sobre si próprio.

E como a gente constrói isso? Para Ivan Correa, Sócio-Diretor da Posiciona Educação & Desenvolvimento, para criar uma equipe de alta performance são necessários os 8 C´s: comunicação, compartilhamento, cooperação, confiança, comprometimento, conflito, criatividade e consenso.

Comunicação - Para evitar mal-entendidos e retrabalho, a comunicação entre todos os envolvidos precisa estar alinhada. Existem diversas formas e ferramentas que auxiliam nesse processo: reuniões semanais, feedbacks, comunicados internos, status report etc.

Compartilhamento - Equipes de alto desempenho aprendem e aprimoram tudo o que fazem. Os integrantes se preocupam com o desenvolvimento uns dos outros e implementam processos compartilhados e métodos de interação que facilitam o aprendizado e, por fim, levam a um melhor desempenho. Como líder, desenvolva uma cultura de aprendizado incentivando repetidamente os funcionários a refletir sobre o que aprendem, em seguida compartilhando seus aprendizados com os outros do time.

Cooperação - O espírito de equipe é fundamental para que a empresa atinja os resultados desejados e garanta clientes satisfeitos. Por isso, crie e compartilhe com os funcionários a visão estratégica do negócio, transformando-a em realidade. Se a empresa deseja ser vista como inovadora, coloque inovação nos seus atos. Estimule a cooperação entre os funcionários para fortalecer o relacionamento entre eles e reforçar a importância do trabalho em equipe.

Confiança - O verbo que define uma equipe de alta performance é: confiar. Isso porque confiança é a base de qualquer grande relacionamento. Quando você acredita que os membros de sua equipe são competentes e confiáveis, você pode gastar menos tempo se preocupando sobre como as coisas serão realizadas e mais tempo realizando juntos. Os líderes podem fomentar uma cultura de confiança apreciando bons comportamentos, mas também liderando pelo exemplo. Por exemplo, que tal dar mais autoridade para quem merece confiança? O reconhecimento estimula o desenvolvimento.

Comprometimento - O comprometimento de todos os membros da equipe é fundamental um com os outros, com a organização e com seu próprio crescimento individual. Os líderes podem promover isso garantindo que todos entendam a importância de seu papel para a equipe e como seus pontos fortes e habilidades específicas contribuem para o sucesso da equipe como um todo. Não é apenas sobre o impacto individual; é também sobre como cada membro da equipe influencia positivamente o grupo.

Conflito - Um dos pontos fundamentais na Gestão de Pessoas é o domínio em lidar com momentos de crise e conflitos do cotidiano. Fatores internos e externos podem inevitavelmente desencadear uma instabilidade dentro de uma empresa. Desta maneira, é trabalho do líder, amenizar essas turbulências que podem ocasionar em prejuízos, desenvolver planos criativos para equilibrar as emoções, persuasão para motivar a equipe mesmo em momentos de crise e principalmente elaborar meios para aumentar resultados.

Criatividade - O líder também deve ter uma mente aberta e disposta a mudanças. Isso porque, muitas vezes, é preciso inovar e quebrar paradigmas para obter resultados de alta performance. Ao trilhar caminhos diferentes, a criatividade e a liberdade de expressão são favorecidas. Sendo assim, quando o é permitido que os colaboradores trilhem caminhos pouco usuais, eles podem encontrar soluções diferenciadas para o negócio. Não se deve esquecer, porém, que é necessário sempre trabalhar com foco nos valores da empresa.

Consenso – Se existe comunicação e compartilhamento de informações, começamos a gerar os outros C´s até chegar em consenso. Conflitos, por exemplo, são saudáveis quando promovem discussões em time e estimula debates, o que geralmente resulta em benefícios para o projeto e para os respectivos membros do time, chegando a uma única ideia, a um único consenso.

“Sozinho eu vou mais rápido, junto eu vou mais longe. Esta deve ser a premissa de uma equipe de alta performance. É preciso adotar uma cultura colaborativa, onde todos colaboradores mantêm sua participação ativa dentro da empresa, em um ambiente de cooperação e colaboração, e nada disto será possível se não entendermos a importância do trabalho em equipe”, finaliza Correa.

Gostou desse post? Compartilhe!