- Início

- Conteúdo

Os 5 Principais Desafios Que As Empresas Vão Enfrentar Nos Próximos Anos

Mercado de trabalho

Compartilhe Este Post

Toda e qualquer empresa que busca se manter competitiva e forte em seu ramo precisa ter a capacidade de se planejar e de se adaptar aos novos desafios trazidos pelo mercado. Em consequência disso, a WGSN, autoridade mundial na previsão de tendências, mapeou quais são os cinco maiores desafios que estarão diante das organizações no futuro. Movimentos nos quais é essencial que as marcas se planejem com antecedência.

Confira a lista abaixo:

Economia de emoção

À medida que a tecnologia é cada vez mais evidente e impactante nas empresas, do mesmo modo, o lado humano carece de uma atenção especial. A economia da emoção é crescente nas estratégias de contato com o consumidor. Segundo a ONU, o Brasil foi considerado o país mais ansioso do mundo e o segundo mais recorrente em casos de depressão. Para tentar minimizar essas questões, empresas precisarão atuar em experiências que sejam mais significativas para seus consumidores. Um bom exemplo é o Biocol Labs - empresa que fabrica 'pílulas' que trazem o bem-estar como a caixa 'something for dreaming' (ou 'algo para sonhar' em tradução literal).

Atenção aos movimentos sociais e estratégias direcionadas às mídias sociais

Segundo a We Are Social - 88% dos brasileiros se engajaram em algum movimento social no último ano. Até mesmo os influenciadores de redes sociais que lutam por uma causa vêm ganhando popularidade entre os seguidores, no Brasil vemos perfis como a da Nátaly Neri, Mirian Bottan e Um Ano Sem Lixo, crescendo.

As marcas estão sendo cada vez mais cobradas para se posicionarem sobre assuntos polêmicos e sociais. Nesta mesma onda, as estratégias de marketing também estão se voltando as redes sociais, principalmente ao Instagram: museus instragramáveis como o Museum of Ice Cream e Cheetos Museum são sucesso na rede. Para Nina Giglio, Executiva de Marketing da WGSN Latam, "entramos em uma era em que precisamos postar para existir".

Tendências de marketing

De acordo com Morning Consult, empresa especializada em pesquisas on-line, 75% dos consumidores americanos enxergam anúncios como intrusivos. E 79% das pessoas preferem comprar de empresas que tenham propósito social.

O que podemos tirar de insight desses dados, segundo a WGSN é que empresas precisam ter foco no conteúdo para se aproximar do seu público - em tempos que as pessoas estão mais resistentes a campanhas de marketing. Uma boa maneira é investir em podcasts, cada vez mais populares, além de usar a inteligência artificial para experiências mais personalizadas ao consumidor. Outra tendência é o chamado Hackvertising - estratégias de marketing que hackeiam e 'enganam' o sistema.

Oportunidades de sustentabilidade

'O verde é o novo preto', estamos passando por uma transformação em que o plastic base dá lugar para o plant based - Se antes a sustentabilidade era um bônus, agora ela é essencial para a decisão de compra. Empresas antenadas com o que o consumidor pede tentam reduzir seu impacto no meio ambiente ou até chegar próximo do zero: um bom exemplo é a Naked Shop da marca Lush, que não utiliza embalagens nos produtos. Outras fortes tendências nesses setores são re-comércio e o cuidado pós-venda, ambas priorizando a durabilidade dos produtos.

O futuro do varejo

É preciso entender o que o consumidor quer das empresas. De maneira geral, a WGSN destaca:

  • Ajudar a melhorar a vida das pessoas e focar em inovação;
  • Reumanizar o físico do varejo;
  • Produtos duráveis e reciclados;
  • Em vez de incentivar só o consumir, ajudar a manter e transmitir
  • Vendendo com propósito;
  • Um mundo para comprar – lojas que oferecem experimentar antes de comprar;
  • Compra pelo Instagram e Pinterest– compra e busca por imagens.

Por fim, a pergunta que fica: sua marca estará preparada?

Para ajudar a refletir sobre isso, é importante que os líderes pensem em questionamentos relevantes sobre o cenário, assim como os seguintes direcionamentos:

  • Quais emoções sua marca está vendendo junto com o produto?
  • Como sua marca pode criar momentos significativos?
  • Quais os valores da sua marca? E como passar isso pro público?
  • Como ajudar o consumidor a ter uma vida melhor, indo além do produto?

Estar antenado às novas mudanças no mercado e nos processos de gestão não são somente diferenciais, mas pontos críticos – e obrigatórios - que determinam o sucesso de uma empresa.

Gostou desse post? Compartilhe!