- Início

- Conteúdo

O verdadeiro líder capacita outros

Coluna 7152

Compartilhe Este Post

O verdadeiro líder capacita outros a serem melhores que ele próprio e não se ofusca com o brilho de um liderado, pelo contrário, se orgulha!

Na década de 90, a eterna Rainha dos Baixinhos: Xuxa Meneguel lançou uma das músicas de maior sucesso, que por sinal, até hoje faz a criançada pular e dançar, além de animar diversas festas de aniversários e casamentos, acompanhe:

“A de amor”

“B de baixinho”

“C de coração...”

Apesar de parecer tão infantil e talvez até ingênuo, esta é uma das maneiras mais efetivas de gravar na mente humana um novo conceito que desejamos transmitir e fixar: fragmentando as letras. 

Pensando nisso, eu elaborei uma sequência de artigos baseados nas letras do alfabeto, e essa técnica tem trazido grandes resultados.

Seguindo nossa série de artigos sobre o Líder de "A a Z”, a letra dessa semana é a: C

C de líder que Capacita

Ronald Reagan, 40º presidente dos Estados Unidos, certa vez disse: O maior líder não é, necessariamente, aquele que realiza as coisas mais extraordinárias, e sim aquele que faz com que as pessoas superem os seus limites e realizem coisas extraordinárias. Uma grande verdade, não é mesmo?

O líder de "A a Z" é aquele que capacita a equipe. Ele não visa apenas o seu próprio crescimento, mas o de todos. O processo de liderança requer grandes transições na carreira de qualquer pessoa. Uns demoram mais do que os outros na hora de entender que ser líder é capacitar outros a serem melhores que eles próprios, sem deixar a vaidade, o ego e a competição atrapalhar o processo de capacitação de seus liderados.

Vejo isso nitidamente na criação dos meus filhos. Sou filho de um mecânico de manutenção que com muito esforço formou 2 filhos, tornando-os melhores do que ele mesmo e isso não parou por aí, pois agora eu, como pai, também tenho a meta de formar meus filhos para que sejam melhores do que eu e possam ir mais longe em suas carreiras.

Se isso valeu para o meu pai em relação a mim e para mim em relação aos meus filhos, logo acredito que também como líder em uma empresa, devo capacitar meus colaboradores para que cresçam em suas carreiras e possam ser melhores do que eu.

Eu percebo que diversos líderes têm medo de capacitar seus colaboradores por medo de perderem o cargo para os mesmos. Vejo também que quando isso começa a acontecer dentro da organização, ao invés de ser motivo de satisfação por parte do líder, acaba sendo motivo de tormento. Há até quem comece a matutar maneiras de demitir o camarada que está se destacando. Pasme!

Michelle Obama, ex primeira dama disse: Os líderes que são verdadeiramente fortes elevam os outros. Líderes verdadeiramente poderosos unem os outros.

Para fundamentar ainda mais este conceito, se voltarmos um pouco na história, veremos que os três filósofos mais conhecidos, que também foram os inauguradores da filosofia ocidental aprimoraram um a ideia do outro, sem receio de perder o mérito.

Ou seja, Sócrates teve a ideia, liderou outros pensadores que se destacaram e aprimoraram muitas informações que concebemos ainda hoje em diversos aspectos. O período em que Sócrates, Platão e Aristóteles despontaram é considerado como o período áureo da Filosofia, dada a imensa contribuição deles para o avanço do pensamento filosófico.

Mas o que quero dizer com isso? Que um verdadeiro líder que capacita não se ofusca com o brilho de um liderado, mas se orgulha!  John Maxwell disse: Um bom líder é aquele que leva um pouco mais do que a sua parte devida de culpa pelos fracassos e um pouco menos do que a sua parte do crédito pelo sucesso. Fato!

C de Coragem

Fala sério, é preciso bastante coragem para liderar uma equipe e aceitar o desafio de movê-la de um estado para o outro e ainda apresentando resultados simultaneamente, não é mesmo?

Bem, já dizia Winston Churchill, ex-primeiro-ministro britânico: O preço da grandeza é responsabilidade. Na Bíblia também podemos encontrar algo nesse sentido: Ao que muito foi confiado, muito mais será exigido, mas ao que pouco foi confiado, pouco também será cobrado.

Em outras palavras: para ser acima da média, um líder corajoso precisa encarar as adversidades e assumir as responsabilidades e isso não é para qualquer um!

É preciso coragem para dizer “sim” para a equipe e muito mais para dizer “não”.  Tony Blair, ex-primeiro-ministro do Reino Unido disse que esta é uma das tarefas mais complexas do líder: A arte da liderança está em saber dizer não e, não em dizer sim. É muito fácil dizer sim.

É preciso coragem para apresentar o feedback, despertar um talento que talvez, nem mesmo o próprio colaborador enxergue em si mesmo ainda. É necessário coragem para aceitar o cargo e guiar a equipe, como um bom líder, ao lugar e resultados solicitados.

Simon Sinek, especialista em gestão e autor do livro “Líderes se Servem Por Último disse: coragem é o principal requisito para ser um bom líder. Coragem para proteger a equipe e arriscar quando necessário.

Mas não para por aí... Líderes corajosos sabem corrigir para o bem comum, para o crescimento individual e para obtenção de melhores resultados. Além disso, têm consciência de que cada integrante da equipe têm o seu Time, desta forma sabem compreender o processo de cada um, respeitando o desenvolvimento particular. Uau...

C de Coração

O autor Marcos Fabossi em seu livro “Coração Do Líder” trouxe outra perspectiva sobre a liderança. Para ele, a verdadeira liderança não se resume apenas nos benefícios que a equipe pode trazer ao líder, mas sim para todos. Resume-se no anseio de gerar novos líderes treinados e capacitados para uma nova geração e posterioridade.

Ser um líder coração é criar uma nova estratégia de liderança com enfoque na habilidade de influenciar, formar e inspirar pessoas, servindo-as com amor e paixão, como mencionou Fernando Pessoa.

O líder coração ama o que faz, ama treinar pessoas e capacitá-las. Ele entende que se esta não for sua missão de vida, é melhor não assumir cargos de liderança.

Para encerrar, volto a repetir que o líder de "A a Z", não é, necessariamente, aquele que realiza as coisas mais extraordinárias, e sim aquele que faz com que as pessoas superem os seus limites e realizem coisas surpreendentes.

O líder completo, desperta talentos! Pense nisso.

Por Marcelo Simonato, escritor, palestrante e mentor de Carreiras. É um dos colunistas do RH Pra Você. O conteúdo dessa coluna representa a opinião do colunista. Foto: Divulgação