- Início

- Conteúdo

O Que Todo Empreendedor Deve Saber Sobre A Abertura De Contas Pj   

Compartilhe Este Post

De fato, é imprescindível ter uma conta bancária exclusiva para a movimentação financeira de uma empresa, a famosa Conta PJ. Mas, para muitos empreendedores, esta ação nem sempre está clara no processo de abertura de uma empresa.

Por mais que o empresário não tenha patrão ou muitos colaboradores, é necessário que as informações referentes a compra e venda de produtos e serviços sejam entregues à Receita Federal regularmente. Ou seja, para realizar o controle fiscal e financeiro da empresa, é necessário abrir esta conta à parte.

A conta jurídica será específica para que seus clientes realizem pagamentos e para que a empresa movimente salários, repasse aos fornecedores e etc. E toda esta movimentação financeira deve ser informada na Declaração de Informações Econômico-Fiscais da Pessoa Jurídica (DIPJ).

Com o auxílio da conta bancária de pessoa jurídica, o contador terá acesso a todo o histórico da conta e, assim, evitará que débitos acabem se misturando. Além disso, organizando desta forma, fica muito mais fácil fazer o fechamento do mês.

Como toda empresa é obrigada a emitir e consultar Notas Fiscais eletrônicas (NFes) e Notas Fiscais de Serviço eletrônicas (NFSes), todos os dados necessários, desde o valor total até o valor do frete, impostos, entre outros, devem estar disponíveis para o contador responsável.

É só com tudo isto em mãos, além da relação de pagamentos aos fornecedores, que o empreendedor consegue realizar o fechamento de mês de forma rápida e equilibrada. Com tecnologias de inteligência de dados e documentos fiscais como a Arquivei, todas as NFes, NFSes e CTes (no caso de transporte) são consultadas e ficam disponíveis para visualização, download e relatórios, o que contribui ainda mais para que erros e inconsistências possam ocorrer.

Hoje, não é mais tão difícil conseguir acesso a uma conta bancária de pessoa jurídica. Inclusive, muitos bancos já viabilizam esta abertura online. Há, ainda, soluções online que são verdadeiras aliadas dos empreendedores, no sentido de desburocratizar processos e deixar a empresa em ordem.

É importante lembrar, ainda, que, atualmente, praticamente todo o processo fiscal é feito eletronicamente. Desde a emissão de NFe, até escriturações do SPED e envio de outras informações ao Governo.

Além de baixar a NFe completa, tecnologias de gestão como o Arquivei também fazem a Conferência de SPED, deixando a empresa tranquila com relação ao que foi entregue ao Governo, por exemplo. É também uma forma de garantir que as obrigações estão sendo cumpridas à risca.

Portanto, caso sua empresa ainda utilize uma conta bancária de pessoa física, é necessário atentar-se e regular tal situação o quanto antes. Ao "misturar" os patrimônios, a empresa mascara os resultados e isto pode gerar a interpretação de uma sonegação de impostos.

Um bom profissional de contabilidade é fundamental para ajudá-lo a cumprir tais obrigações. Conte com ele.

Por Yasmin Amaral, catalisadora de crescimento da Arquivei

Gostou desse post? Compartilhe!