- Início

- Conteúdo

O que se entende por Agregar Valor?

Coluna 230

Compartilhe Este Post

Nos dias de hoje, por que é tão importante agregar valor?  Agregar é um verbo transitivo que significa juntar com o outro, reunir a algo já existente, como incorporar novas ideias, novas técnicas, novos elementos, informações, conceitos e pessoas. O termo agregar vai muito além de gerar riquezas, é desenvolver seus objetivos levando em conta o que é realmente importante para as pessoas.

Agregar valor é buscar a oportunidade de oferecer para outros uma experiência melhor do que outra pessoa/negócio/empresa está oferecendo.

Antes de se entender o que é agregar valor, é necessário identificar o que é valor. É algo que eu valorizo, normalmente porque atende às necessidades. No entanto, as necessidades individuais são mutáveis e dinâmicas e cada indivíduo tem as suas. São infinitas, pois assim que satisfazemos uma, outras novas aparecem.

Essas necessidades são constituídas a partir da história, percepção,  emoções, conhecimentos e aptidões adquiridas, através de influências familiares e sociais, que interferem em nosso comportamento e nas nossas preferências, portanto, no que eu dou valor. O valor, em geral, está relacionado à credibilidade, à confiança e à qualidade de um produto, uma ideia, um processo de que se acredita ou necessita. 

Mas como fazer para agregar valor? Na verdade, essa é a grande diferença!!  Quando se oferece algo que todos oferecem, não se agrega nada ao produto, ideia, processo ou situação. Agregar valor é acrescentar algo e ir além do que é tido como normal. 

Agregar valor pode ter diferentes conotações entre os indivíduos, dependendo unicamente da percepção de cada um. Esse é um dos grandes obstáculos a vencer. 

Assim, para agregar valor a algo, precisamos que a pessoa a quem esse algo se destina fique no centro.

Quando o cliente está no centro

Quando se quer agregar valor a algo direcionado a um cliente, por exemplo, há necessidade de segmentar o público, perceber as necessidades do público-alvo e sua visão em relação ao produto ou serviço. 

Adaptação e flexibilidade são fatores fundamentais, assim como inovação e criatividade, para entregar a mais do que o solicitado, encantar com algo que traga valor adicional ao cliente. 

Como agregar valor? Há duas possibilidades: no aspecto funcional ou no emocional. Funcional, que diz respeito à utilização prática de um produto, serviço ou processo. Emocional, relacionado a algo que fale diretamente a questões ligadas às memórias afetivas, despertando alegria, amor, felicidade, entusiasmo. 

A quantidade e a natureza do valor em um determinado serviço sempre estão nos olhos do cliente, por isso não adianta oferecer algo que tem um imenso valor para a empresa, por exemplo, mas nada representa para o cliente. 

Um sorriso pode agregar valor, uma informação dada de boa vontade e sem interesse, um pacote com cheiro de perfume, uma entrega sem custo adicional, enfim, milhares de opções, formais, definidas pela empresa e informais, reflexo da atitude e postura de colaboradores.

Agregar valor começa dentro

Deve-se notar que agregar valor não é algo que se dá de fora para dentro. Pelo contrário, acontece a partir de uma vontade interna de entregar mais do que esperado.  É o gosto em fazer a diferença, encantar e impactar outras pessoas.  Trata-se de oferecer o que se tem de melhor. 

O interessante é que, se queremos agregar valor ao que oferecemos, é necessário que se tenha algo a oferecer. Ou seja, para oferecer valor aos outros, é necessário que se tenha conseguido agregar valor a nós mesmos.

Assim, aqui vai uma provocação: O que você está fazendo para agregar valor a você mesmo(a)?  Como você está agregando valor aos outros no papel de colaborador (a), par, líder, marido, esposa, filho(a)? 

A partir do momento que se aprende, agrega-se valor a vários papéis que se ocupa na sociedade. Nos relacionamentos, quando se agrega valor à outra pessoa, é natural que se estabeleça um vínculo mais forte, normalmente levando ao crescimento de ambos. 

Por outro lado, é possível que se desenvolva relacionamentos com pessoas que nenhum valor nos agrega. É nesse momento que o aprendizado adquirido suscita o autoquestionamento e gera a escolha por outro caminho, mais produtivo e realizador. 

Agregar valor é natural

A natureza sempre agrega valor à nossa vida de uma forma absolutamente natural, como o pôr do sol, a lua, as frutas, as flores que nos brindam todos os dias com seu perfume, suas cores, seus sabores e muito mais. Sendo assim, se a natureza agrega valor de forma natural e o ser humano também é parte dessa natureza, podemos sustentar que agregar valor é algo natural, porque está associado à própria manutenção da existência.  Talvez uma das missões do ser humano, então, um dos seus legados, seja o de agregar valor à vida em todas suas dimensões

A vantagem que se tem, a partir dessa postura é a capacidade de olhar efetivamente para outro ser, para suas necessidades e, através do nosso desenvolvimento, surpreendê-lo com o que se tem de melhor, do mesmo jeito que a natureza nos brinda diariamente com o que ela tem de mais precioso: a vida.

Por Profa. Dra. Fátima Motta, Sócia-Diretora da FM Consultores. É uma das colunistas do RH Pra Você. O conteúdo dessa coluna representa a opinião do colunista. Foto: Divulgação.

Você também vai gostar

Aprender a aprender: como?

desenvolvimento

Fátima Motta escreve: "aprender a conhecer, aprender a fazer, aprender a conviver e aprender a ser"