- Início

- Conteúdo

O Novo Rh: Como A Tecnologia Transforma A Gestão De Pessoas

TECNOLOGIA

Compartilhe Este Post

Você sabe qual será o futuro da gestão de pessoas? Se estiver por dentro das últimas tendências da área, pode perceber que o novo RH está cada vez mais integrado às novas tecnologias, orientando gestores na tomada de decisões estratégicas efetivas para os negócios.

O setor de Recursos Humanos é responsável pelo ativo mais valioso de uma organização: as pessoas. No entanto, uma gestão moderna de pessoas apoiada em dados nunca se fez tão necessária quanto hoje. Isso porque, o foco na felicidade e satisfação dos funcionários traz inúmeros benefícios para as empresas, não apenas no aspecto humano, mas também financeiro da organização.

Qual o índice de satisfação dos seus colaboradores? Porque as pessoas saem da sua empresa? São perguntas que exigem respostas ágeis e apoiadas em dados. Os custos envolvidos na perda de um funcionário — desde o desligamento até os processos de recrutamento e seleção, admissão, treinamentos e de integração de novos colaboradores — podem ser bastante significativos para as organizações.

Com a chegada das novas gerações ao mercado de trabalho e aumento da concorrência na busca por talentos, uma atuação muito mais estratégica do que operacional dos profissionais de RH tem se tornado uma preocupação cada vez maior para as organizações. Para acompanhar as tendências e inovações do setor, o novo RH precisa adotar ferramentas que auxiliam na coleta e análise de dados. Dessa forma, é possível fornecer subsídios aos gestores para uma tomada de decisão mais assertiva e gerar economia de tempo e dinheiro para a empresa.  

A tecnologia tem papel fundamental para promover uma gestão de pessoas otimizada, sendo considerada uma forte tendência nas empresas que veem seus colaboradores como um importante ativo do negócio. Assim, além de ter um funcionário satisfeito, a empresa também promove um controle de custos maior, uma vez que a iniciativa reduz a taxa de turnover e absenteísmo, assim como garante uma melhora na produtividade dos colaboradores.

O novo RH e o impacto dos dados na gestão de pessoas

Os desafios da área de Recursos Humanos são cada vez complexos devido a importância estratégica que esse setor tem nos dias atuais, seja para a obtenção de uma equipe de alta performance e, consequentemente, na elevação da produtividade ou ainda na retenção de talentos.

Quantos bons talentos você perderá no próximo ano se não der a atenção devida à tecnologia? A aplicação da análise de dados e inteligência artificial em todas as práticas de gestão de pessoas, desde a operação da folha de pagamentos e a administração de benefícios até o recrutamento, seleção e as avaliações de desempenho, tornou-se essencial para o sucesso das empresas. Daí a importância de usar ferramentas na gestão estratégica para realizar o acompanhamento do humor, satisfação, desenvolvimento, integração, colaboração, objetivos, desempenho e de outras questões que envolvem o capital humano da empresa. A metodologia de aliar dados vem ajudar a superar alguns dos principais desafios da área de recursos humanos.

Os números servem para auxiliar a tomada de decisão e para uma consciência ampla e profunda do negócio. Segundo pesquisas da Deloitte, na gestão de desempenho tradicional, 62% das avaliações são resultado de uma percepção subjetiva dos seus gestores. Com o aumento da competitividade e choque de comunicação e comportamento entre as gerações, não há espaço para suposições ou achismos: incentivar a análise de dados é fundamental.

As ações de motivação e retenção de colaboradores requerem mais investimento de tempo dos gestores do que financeiro. Feedback regular, comunicação interna eficiente, benefícios atrativos, salários compatíveis com o mercado, recompensas pelos bons resultados e treinamentos são alguns exemplos de ações de motivação e retenção de colaboradores.

As empresas precisam oferecer feedbacks contínuos e transparentes, que permitem que seus colaboradores melhorem rapidamente a sua performance, em vez de apenas ressaltar todos os seus erros, uma vez no fim do ano, quando não há mais nada a fazer. Responder pesquisa de clima positivamente não necessariamente quer dizer que a pessoa está engajada. Somente um líder realmente engajado pode manter sua equipe motivada!

A análise de dados, em tempo real, permite melhorar o desempenho operacional, alinhando as métricas de RH com os objetivos da empresa.

Por Gabriel Leite (capa), cofundador e CMO da Feedz

Gostou desse post? Compartilhe!