- Início

- Conteúdo

Não Seja Resistente Às Mudanças

Coluna 2024

Compartilhe Este Post

Transição de carreira: todo investimento em sua vida profissional vale a pena, por isso não seja resistente às mudanças. Elas podem ser suas aliadas.

Já perdi as contas de quantos profissionais da área técnica ou executivos com excelente formação e grande experiência estão deixando suas carreiras serem prejudicadas por conta do estresse avassalador trazido pelas constantes mudanças do mercado de trabalho.

Há também uma parcela considerável de profissionais e executivos que saem fazendo todo tipo de treinamento, pois sentem que precisam inovar e se atualizar.

Qual é o seu estilo? E qual atitude é melhor para a carreira e para o profissional?

Tenho acompanhado profissionais que fizeram cursos em excelentes escolas e universidades no Brasil, ou mesmo no exterior, com a crença de que “não dá, estou sem tempo” e acabam deixando passar oportunidades para reciclagem ou um novo aprendizado.

Mais: noto que uma parcela desses profissionais está se confrontando com as mudanças ou atualizações quanto às técnicas, conceitos, desenvolvimentos de projetos, tecnologias e estão se sentindo cansados, estressados, e com baixo rendimento em suas carreiras.

Esse cansaço advém do fato de estarem utilizando os mesmos caminhos para defenderem os seus pontos de vista. Antes eles faziam sucesso, mas hoje alegam que não são mais ouvidos. E se encontram, muitas vezes, presos a conceitos ou técnicas de muitos anos atrás.

Não estou dizendo que estejam errados! Mas, será que não poderiam utilizar novos argumentos, com base em estudos ou pesquisas que dariam mais força aos seus posicionamentos?

Sempre defendo que, conforme vamos galgando novas posições em nossas carreiras, devemos buscar um desenvolvimento em escolas ou universidades que nos desafiem a crescer, aprendendo novos conceitos e técnicas. Mas lembre-se: o fato de ter tido a oportunidade de estudar em uma escola de renome, não é passaporte para a eternidade e nem desculpa para ficar 10, 15 anos ou mais longe dos bancos acadêmicos.

E, claro: podemos (e devemos) continuar estudando por conta própria pois há bons livros e excelentes artigos que nos propiciam reciclagem e trazem novos conhecimentos.

No entanto, noto muitas pessoas endurecidas em seus conhecimentos e suas crenças. 

Quando você começou a traçar a sua carreira, tenho certeza de que pensou em ser um profissional que fizesse a diferença nas empresas por onde atuasse.

Sim, você teve a oportunidade de estudar em boas escolas, fazer bons cursos, ao longo da trajetória teve bons resultados e sente que o seu dia-a-dia é cada vez mais pesado e estressante por diferentes motivos.

Aí eu pergunto: você segue firme no propósito de fazer a diferença em seu trabalho? Para tanto, você está encontrando tempo para a sua renovação profissional (e até pessoal)? E lembre-se: o seu sucesso de hoje pode ajudar na busca por novos desafios, mas não é garantia de que os resultados serão novamente favoráveis.

Agora, o que dizer daquela parcela de profissionais que o tempo todo está participando de treinamentos pois acreditam que "só" eles precisam melhorar e o problema nunca está na empresa?

Cuidado! Por um lado, é perigoso você ficar muito tempo sem estudar e comprometer a sua evolução. Por outro, sair fazendo todos os cursos por aí “achando” que você não sabe gerenciar uma equipe ou desenvolver um projeto pode ser muito estressante também.

Antes de adotar tal postura, pare e avalie. Qual é o cenário em que a empresa se encontra no momento? Que tipo de equipe você encontrou? Quais são as ferramentas que a empresa está disponibilizando para você? Qual será o seu plano de ação para, de fato, assumir a sua posição e se posicionar no ambiente corporativo?

A renovação profissional constante com certeza é necessária! Não tenha medo de investir em você! Mas procure o equilíbrio entre os dois lados para que, independentemente do seu tempo e da sua experiência profissional, exista espaço para a mudança de seu mindset. Assim, você se renovará e enxergará novos caminhos para a continuidade do seu crescimento profissional e pessoal.

Sucesso!

Por Maria Emilia Leme, fundadora da MELL Coaching & Desenvolvimento. O conteúdo dessa coluna representa a opinião do colunista. Foto Divulgação

Gostou desse post? Compartilhe!