- Início

- Conteúdo

Não Deixe Uma Oportunidade De Trabalho “Morrer Pela Boca”

Dicas 344

Compartilhe Este Post

A busca por uma colocação no mercado pode ser muito cansativa, ainda mais quando se chega até a etapa da entrevista com os recrutadores e o sucesso da investida esbarra exatamente aí. Apesar da boa qualificação e da disposição para trabalhar, muitos candidatos a uma vaga de emprego deixam a chance escorregar por detalhes que vão além do currículo recheado de cursos, como a forma de se expressar e a maneira de se comportar.

“Vários aspectos determinam o sucesso em uma entrevista, mas acho que vestuário, gestos e expressões adequados fazem diferença, assim como a forma criativa de usar as palavras para vender seu peixe. Isso é muito da boa oratória”, ressalta Júnior Fernandes, diretor pedagógico e sócio fundador da Vox2you, empresa que oferece cursos na área de oratória e comunicação.

Fernandes também aponta alguns dos principais equívocos dos candidatos nessas situações. Além da dificuldade de comunicação, com argumentação fraca e confusão na forma de se expressar, as pessoas chegam aos recrutadores mal informadas. “O participante chega na seleção sabendo muito pouco sobre a vaga, com um conhecimento superficial do que são os propósitos da empresa e sobre onde ela quer chegar. Você precisa estar informado”, diz o especialista.

Essa bagagem prévia sobre a vaga e o local onde se pretende trabalhar ajuda, inclusive, na organização dos argumentos, na hora de expor pretensões dentro da empresa e objetivos profissionais. Mas Fernandes alerta que, para se dar bem, tudo tem de ser exposto de forma apropriada. “Nesse ponto, sempre chamamos a atenção para a modulação de voz: saber em que momento você tem de ser mais convincente e quando é preciso ouvir mais”, explica. “Dentro da nossa formação de oratória, falamos que o candidato precisa criar empatia com o entrevistador e não querer aparecer demais.”

A Vox2You é uma rede de escolas de oratória com mais de 20 unidades pelo Brasil. Os cursos apostam em metodologias dinâmicas e comprovadas para qualificar a capacidade de cada um de se comunicar em público. Já são mais de 7 mil alunos transformados pelo trabalho desenvolvido na empresa.

5 Dicas para dar o seu recado em uma entrevista de emprego

Vista-se adequadamente – Priorize roupas clássicas, com cores neutras e peças confortáveis. Isso vale para os sapatos e acessórios. É importante atenção à limpeza. Evite cores chamativas e bijuterias em excesso. Terno e gravata não são exigências, mas avalie se eles têm a ver com a vaga que você procura.

Cuidado com o tom de voz – A modulação da voz é uma das ferramentas trabalhadas nos cursos de oratória. É importante não falar alto demais, saber ser convincente sem parecer arrogante e, principalmente, ouvir o recrutador com atenção.

Linguagem corporal – Este é um aspecto que pode ser armadilha para o sucesso do entrevistado, se não receber atenção. Observe a postura diante do entrevistador, mantenha a coluna ereta e seja simpático. Não é porque você está em busca de uma vaga que tem de ser sério e antipático. Cumprimente a todos e gesticule com suavidade. O contato visual é importante e passa confiança, mas não exagere para não constranger o entrevistador.

Vocabulário criativo – Na hora de se expressar, evite repetir palavras e observe vícios de linguagem, como o conhecido “né”, ao final de cada frase. Gírias também não são adequadas ao momento, a não ser que a vaga seja em uma empresa muito descolada. É importante ter familiaridade com o vocabulário específico da área em que se pretende atuar, e muitos destes termos são em outros idiomas. Então, antes da entrevista verifique a pronúncia correta.

Tenha clareza e informação – Antes da entrevista, faça uma pesquisa aprofundada sobre os propósitos da empresa, os objetivos dela no mercado e como você pode contribuir estando na vaga. Isso ajuda na argumentação. Também tenha claro o que você pretende fazer na função para a qual está concorrendo.

Gostou desse post? Compartilhe!