- Início

- Conteúdo

Metade dos brasileiros se arriscaria em uma nova profissão na cidade de São Paulo

Pesquisas 1257

Compartilhe Este Post

‘Cidade dos sonhos’, ‘terra da oportunidade’, ‘a cidade que nunca dorme’, ‘locomotiva do Brasil’. Com certeza você já ouviu uma dessas expressões sobre São Paulo, cidade que amanhã (25) completa 465 anos. Segundo dados levantados pela Catho, em pesquisa com mais de 8 mil respondentes, 49,7% das pessoas se arriscariam em uma nova profissão na cidade.

Com mais de 12 milhões de habitantes, São Paulo é considerada a maior capital econômica do país e uma das maiores megacidades do mundo. Provavelmente por esse motivo, se aventurar em uma carreira profissional na metrópole ainda se confirme como desejo de muitos brasileiros. Exercer uma função de nível hierárquico menor também não seria um problema para os profissionais. Segundo o levantamento, 57,5% aceitariam a proposta de emprego abaixo do cargo desejado apenas para estar na cidade.

Para Fabrício Kuriki, gerente de BI da Catho, por ser muito visada e constantemente noticiada, São Paulo é memorizada como uma cidade de sucesso. "As pessoas são bombardeadas pelos mais diversos tipos de informações todos os dias. Vemos constantemente a cidade sendo pautada nos noticiários, seja pelas oportunidades de emprego em suas mais diversas áreas, seja pelos acontecimentos culturais, como shows e exposições", afirma o gestor.

Dentre os principais motivos que motivam a mudança dos brasileiros à capital: 54% afirmam que viriam diante de uma proposta de salário maior; 50% devido à oportunidade de crescimento de carreira; 15% exercendo cargo maior ao atual; 15% na condição de ser transferido pela empresa, e 10% viria na mesma condição que possui atualmente.

"Nos últimos anos foi observado um aumento na candidatura de vagas para a cidade de São Paulo realizada por candidatos de fora do Estado. Eles aparecem em busca de algumas áreas principais, tais como comerciais, administrativas e até mesmo engenharia. O representante comercial é a profissão que mais se destaca, muito em detrimento da oferta de empresas do ramo comercial na metrópole ", explica Kuriki.

A pesquisa especial para o aniversário de São Paulo foi feita pela Catho entre os dias 09 e 18 de janeiro, com a participação de 8594 mil pessoas de todo o Brasil.