estratégia

Há futuro para a função de Recursos Humanos?

Há futuro para a função de Recursos Humanos?
Há pelo menos 30 anos, discute-se a necessidade de uma atuação mais protagonista para a função de Recursos Humanos. Diversos modismos surgiram ao longo desta extensa e, a meu ver, cansativa discussão, tais como gestão estratégica de recursos humanos, gestão de talentos, para citar dois mais comuns, dentre tantos. Sem capital intelectual, dificilmente empresas que aspirem ser, de fato, competitivas no mercado, conseguem êxito. Capital intelectual se constrói por meio de pessoas de muita qualidade, exercendo os papéis certos que vão...

Conteúdo exclusivo para assinantes ou cadastrados.

Já tem cadastro ou é assinante?

Cadastre-se grátis

Tenha acesso a este e outros conteúdos gratuitos.