- Início

- Conteúdo

Flexibilidade: o que é e como as empresas praticam o conceito

Compartilhe Este Post

Uma pesquisa feita em 2015 pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), em parceria com o Ibope, levantou que 73% dos profissionais entrevistados – ao todo, 2002 participantes de 140 municípios – gostariam de trabalhar em casa ou em algum local alternativo. Além disso, 58% têm o desejo de promover um acordo com o chefe que reduza o horário de almoço e possibilite terminar o expediente mais cedo. Já para 63%, a vontade é de trabalhar mais horas durante o dia para conseguirem folhas durante a semana.

Na prática, 38% dos profissionais com emprego formal possuem flexibilidade de horário de entrada e saída. Já entre os que realizam atividades informais, o número sobe para 76%. A questão vem recebendo atenção cada vez maior por parte das empresas..

Segundo Cleo Carneiro, presidente da Sociedade Brasileira de Teletrabalho e Teleatividades (SOBRATT), as diversas mudanças nos últimos anos aconteceram em razão da exigência das pessoas por mais qualidade de vida e por melhores condições de trabalho, bem como pelos resultados que a flexibilização traz para a própria empresa e para a comunidade.

Clique aqui para acessar o eBook exclusivo que o Rh Pra Você preparou sobre o tema (EXCLUSIVO PARA ASSINANTES)