- Início

- Conteúdo

Estudo Mostra Que Rhs Ainda Sentem Dificuldade Para Trabalhar Com Dados

Dados 2790

Compartilhe Este Post

Uma pesquisa global realizada pela consultoria PwC “tocou na ferida” da relação entre a área de Recursos Humanos e as mudanças tecnológicas nas empresas. Dos 1.246 executivos entrevistados de 79 países – incluindo o Brasil -, nem mesmo metade acredita que os gestores de RH têm maior domínio e compreensão das inovações tecnológicas do mercado.

Para 63% dos entrevistados, é e será cada vez mais fundamental tomar decisões no processo de gestões de pessoas tendo o apoio de informações adquiridas por meio de dados, entretanto, em somente 27% das empresas isso é feito. A estatística, para a consultoria, remete à situação que mais oferecerá risco às empresas no futuro, no que diz respeito a força de trabalho.

Segundo a especialista em Recursos Humanos, Célia Lourenço, o panorama deve ligar o alerta nas organizações. “O RH perdeu o estigma de Departamento Pessoal. A área é tomadora de decisões e está envolvida na maioria dos processos empresariais. Portanto, o investimento em tecnologia e desenvolvimento no setor pode ser o diferencial entre uma empresa de sucesso e uma que parou no tempo e têm problemas na sua gestão de pessoal. O RH integrado às inovações é sobrevivência, não só diferencial”, aponta.

40% dos líderes de RH crêem ter conhecimento profundo do atual contexto tecnológico, mas somente 26% dos demais executivos concordam com a afirmação. Já em caráter geral, 50% dos participantes do levantamento dizem conhecer os riscos da automação substituindo o trabalho humano, embora 67% reconheçam o impacto que isso terá no futuro do trabalho.

“O profissional de RH carece de uma modernização, mas é reconhecida a dificuldade em se integrar ao novo no ritmo frenético do mercado. A gestão de pessoas e a tecnologia são complementares, não adversárias”, finaliza Célia.

Gostou desse post? Compartilhe!