- Início

- Conteúdo

Deixe A Caneta Cair

Coluna

Compartilhe Este Post

Talvez você não saiba, mas existe uma expressão muito comum no universo dos Recursos
Humanos que trata do momento em que o profissional decide encerrar seu expediente e ir
para casa. Costumamos dizer que este momento é quando deixamos a “caneta cair”.

Pois bem. Embora pareça improvável, diante de tantas transformações pelas quais o universo
do trabalho vem passando, ainda existem profissionais que têm medo de deixar a caneta cair,
no fim da tarde, por volta das 18h, antes do chefe sair da empresa.

Bom, é fato, sim, que ainda existe uma expectativa, por parte de alguns dirigentes, de que as
pessoas fiquem na empresa até a hora que for necessário ou até a hora que eles consideram
que sejam adequada. Porém, a verdade que você precisa saber é que o momento certo de
“deixar a caneta cair” e ir embora para casa é uma decisão individual, sua, e de mais ninguém.

Você é protagonista do seu trabalho! Inclusive, é importante dizer que esse momento não tem
a ver com esgotar todo o trabalho, até porque é impossível fazer isso. Tem a ver com o seu
jeito de trabalhar e de funcionar, com suas metas pessoais, com o seu ritmo de trabalho e o
estado de cansaço em que se encontra.. É isso que deve ser levado em conta por você na hora
de decidir fechar seu computador, deixar a caneta cair e ir embora para a sua casa.

Grande parte dos profissionais que receiam ir para casa no horário estipulado para o fim do
expediente nutrem esse sentimento porque temem o que seus chefes pensarão. Temem ainda
serem mal avaliados, olhados como diferentes, de serem excluídos do grupo – porque a
maioria acaba ficando, para tentar atender à expectativa da chefia. Se esse é o seu caso, saiba
que essa atitude pode ser profundamente improdutiva e desgastante. Aliás, uma pesquisa da
Stanford University mostra que uma pessoa que trabalha 55 horas por semana produz o
mesmo que uma que se dedica 70 horas.

Cuidar da vida pessoal é absolutamente fundamental e, normalmente, é a partir das 18h que
você tem tempo reservado para fazer isso. Ter qualidade de vida dentro e fora do trabalho é
imprescindível para se relacionar melhor e ter mais saúde, o que vai ajudar o profissional,
inclusive, a galgar novos degraus profissionais. Permita-se, portanto, impor limites e autorize-
se a deixar sua caneta cair na hora que seja adequada para você.

Para os líderes, aconselho fazer um teste: não questione seu funcionário em função das horas
de dedicação, mas o questione em função da qualidade do trabalho realizado e se ele atende à
necessidade da empresa. Aposto que os resultados serão surpreendentes.

Por José Augusto Minarelli, CEO da Lens & Minarelli. É um dos colunistas da RH Pra Você. O conteúdo dessa coluna representa a opinião do colunista. Foto: divulgação.

Gostou desse post? Compartilhe!