- Início

- Conteúdo

Como Ter Um Ano De Grandes Realizações

Coluna

Compartilhe Este Post

Alcançar determinada função, conquistar um salário melhor, aventurar-se em novas viagens e aumentar a qualidade de vida. Seja no âmbito pessoal ou profissional o ser humano é repleto de desejos responsáveis por ajudá-lo a enfrentar o cotidiano, não é mesmo? Neste contexto, existe uma força capaz de movê-lo na trajetória de realizações: as metas. Enquanto os objetivos fornecem a direção dos sonhos, elas representam as tarefas a serem cumpridas a fim de atingi-los em um prazo específico.

Diante deste panorama, o ambiente organizacional não foge a regra. A chave para alavancar o negócio é o estabelecimento de metas. Contudo, o que poucos têm conhecimento é sobre a necessidade de alinhar os desejos da empresa com os dos colaboradores. Afinal, uma companhia não é formada somente de concretos e paredes. As pessoas também fazem parte da engrenagem. Inclusive, são os principais pilares no momento de diferenciar a marca no mercado. Portanto, idealizar os planos elaborados significa pensar além da alta liderança. É preciso envolver os funcionários neste processo para que toda a equipe trabalhe em prol dos mesmos objetivos. Do contrário, as chances de obter sucesso ao longo do ano são mínimas.

Para garantir que as metas estipuladas em 2019 sejam cumpridas de forma assertiva, é fundamental construir uma relação de confiança com o time porque o engajamento na iniciativa surge quando as pessoas acreditam nos valores, missões e propósitos da empresa. Logo, valorizar o profissional ao  convidá-lo a participar desta atividade tão estratégica para o negócio faz a diferença. Os funcionários são aqueles que conhecem os pontos fortes e fracos da companhia por estarem diante da realidade organizacional todos os dias, então, apresentam muitas curiosidades e informações que podem ser agregadas no procedimento. 

Em seguida, é necessário planejar. Elabore documentos com as tarefas a serem concluídas, prazos de entrega, prioridades e a definição de quem está incumbido pela meta. Nesta fase, os seguintes questionamentos auxiliam a gerar metas  específicas, mensuráveis, alcançáveis, relevantes e temporais: O que? Por quê? Quem? Onde? Qual é? Outros aspectos a serem levados em consideração na iniciativa encontram-se as análises de mercado, sazonalidade e situação econômica atual. Por fim, não deixe de discutir com os colaboradores sobre  sobre as expectativas e o impacto que as ações individuais vão exercer no coletivo.

É imprescindível também ter em mente que sem um acompanhamento frequente a construção de metas perde a efetividade. Portanto, após o período de definições o ideal é reservar um espaço na agenda para perguntar-se se a meta está em vias de ser alcançada, identificar as dificuldades e procurar caminhos de otimizar os processos. Esta tarefa  tem o papel de motivar a equipe para que os funcionários não se percam em meio as tarefas destinadas a eles. Neste caso, os feedbacks são ótimos meios de verificar os status das ações junto aos profissionais e ajudá-los a lidar com imprevistos.

Para finalizar, atribuir benefícios para o cumprimento de metas é uma forma de ligar o sucesso da empresa com o comprometimento do funcionário a fim de incentivá-lo a aumentar a produtividade ao longo do processo. Então, não deixe de recompensar o time por todo o esforço!

Por Flora Alves, CLO da SG Aprendizagem Corporativa. É uma das colunistas do RH Pra Você. O conteúdo dessa coluna representa a opinião do colunista. Foto: Divulgação

Gostou desse post? Compartilhe!