- Início

- Conteúdo

Como As Mulheres Podem Otimizar A Rotina De Dupla Jornada

Coluna 1375

Compartilhe Este Post

O cotidiano da mulher normalmente é muito desgastante: o mundo corporativo, infelizmente, ainda apresenta desafios adicionais para elas (diferença salarial, menor mobilidade hierárquica) e há ainda a chamada “jornada dupla”, acúmulo da atividade profissional com as responsabilidades junto à família. Diante disso, é natural que as mulheres busquem cada vez mais se preparar para as inúmeras tarefas, sem perder o foco da saúde e bem-estar, essenciais para que tudo funcione bem.

Nesse sentido, uma das metodologias mais acessadas, e efetivas, para quem busca reorganizar objetivos e tarefas é o coaching, que agrega inúmeras ferramentas de autoconhecimento e produtividade. Uma delas é a gestão do tempo. Afinal, a ida das mulheres para o mercado de trabalho fez com que as atividades delas se multiplicassem. A concorrência no mercado de trabalho também faz com que os profissionais dediquem mais horas no ambiente organizacional, acumulando funções e demandas. Por isso, elas precisam de técnicas e ferramentas que as possibilitem organizar o tempo, estabelecer prioridades, ter foco e comprometimento com os resultados tanto no âmbito pessoal como no profissional.

Na prática, o coach é um profissional que ajuda muito na gestão de tempo, pois durante as sessões são estabelecidas metas tangíveis por meio de uma ferramenta chamada ‘Tríade do Tempo’, que avalia de que forma utilizamos nosso tempo, se são com tarefas importantes, urgentes ou circunstanciais. As importantes referem-se àquelas atividades que realizamos e que são relevantes em nossas vidas, traduzidas em resultados de curto, médio e longo prazo. As urgentes compreendem as atividades para as quais o tempo está curto ou se esgotou. São as exigências que chegam em cima da hora, que não podem ser previstas e geralmente causam estresse e pressão. Já as circunstanciais representam àquelas atividades desnecessárias ou excessivas, como gastos inúteis de tempo e as tarefas feitas por comodidade ou por serem “socialmente” apropriadas.

Uma das grandes dificuldades encontradas pelas mulheres atualmente é a conciliação entre vida pessoal e vida profissional. Portanto, uma boa dica é planejar-se. Logo, é importante dividir o tempo que destina às atividades profissionais e realizá-las com afinco, evitar distrações na hora do trabalho, como redes sociais, e-mails pessoais e outras coisas que possam atrapalhar a produtividade. Estabelecer horários para entrar e sair, bem como intervalos para refeições. Saber dizer ‘não’ no caso de demandas que não se pode mais absorver. Negar uma solicitação com um argumento verdadeiro, são comportamentos que melhoram bastante a produtividade e a qualidade do tempo.

Por José Roberto Marques, fundador do Instituto Brasileiro de Coaching - IBC. É um dos colunistas do RH Pra Você.

Gostou desse post? Compartilhe!