- Início

- Conteúdo

Como A Prática De Atividade Física Pode Impactar Na Sua Produtividade?

Compartilhe Este Post

Uma das principais mudanças de mindset de empresas nos últimos anos tem sido a preocupação e implementação de ações para cuidar da saúde de seus profissionais, e não somente oferecer tratamentos após adoecerem. No Brasil, dois terços do que se gasta com saúde ainda é responsabilidade das empresas com suas políticas de planos de saúde e pagamento de licenças ou afastamentos por doenças. O custo com assistência médica subiu 19% entre 2016 e 2017 – passou de R$ 270,30 para R$ 321,58 por indivíduo por mês – o equivalente a 12,71% da folha de pagamento das empresas, de acordo com pesquisa da ABRH-Brasil (Associação Brasileira de Recursos Humanos) e ASAP (Aliança para Saúde Populacional). Uma das principais maneiras de investir na saúde dos colaboradores é estimulando a prática regular de atividades físicas, principalmente por conta de seu caráter preventivo.

Pode parecer que isso não influencia no trabalho, mas estar em dia com a saúde e ter onde aliviar as tensões diárias geradas por muitas atribuições e responsabilidades é um ótimo caminho para aumentar a produtividade. Segundo pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), de 2017, realizada pelo Ministério da Saúde, a prática de atividade física no tempo livre do brasileiro aumentou 24,1% de 2009 a 2017, destacando a importância que as pessoas identificam neste hábito. Com a prática regular de atividade física, principalmente quando se faz algo de que se gosta, vêm inúmeros benefícios: aumento da disposição e motivação, melhora da autoimagem e autoestima, redução do estresse e aumento da concentração e foco. Tudo isso pode e realmente acaba sendo transmitido ao dia a dia no trabalho, resultando em grandes melhorias de desempenho e conquista de metas.

Em termos biológicos, alguns dos benefícios da prática de atividades físicas são a melhora da circulação sanguínea corporal e cerebral, o fortalecimento do sistema imunológico e o emagrecimento, que podem ser alcançados em cerca de um mês após o início da prática regular de atividade física. Outras vantagens que podem vir, a médio e longo prazo, são a melhora do metabolismo, a redução do risco de doenças cardíacas e o fortalecimento dos ossos. Ao praticar atividades físicas, os colaboradores fortalecem sua musculatura, o que ajuda a evitar lesões para aqueles que realizam trabalhos mais braçais e também a prevenir dores, problemas posturais ou mesmo por lesões por trabalho repetitivo (LER), como a digitação ou o uso de mouse ou outros equipamentos eletrônicos.

Além dos efeitos físicos aparentes, a prática regular de atividades físicas atua também na saúde mental, por meio da regulação de substâncias do sistema nervoso, como a endorfina, que aumenta a conexão de neurônios favorecendo a concentração. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, o Brasil é o país que possui maior número de pessoas em depressão entre os países da América Latina. Cerca de 5,8% da população sofre com a doença, ou seja, um total de 11,5 milhões de pessoas. A prática de atividade física é uma excelente maneira de combater esses problemas, visto que contribui para a redução do estresse com a redução do cortisol - hormônio que causa sensação de cansaço e eleva o estresse - e aumento da serotonina e outras substâncias que melhoram o bem-estar, a satisfação e a autoestima, culminando na melhora de quadros de transtornos psicológicos, como depressão e ansiedade. Todos esses fatores contribuem para uma melhor qualidade de vida aumentando o ânimo dos colaboradores e ajudam, consequentemente, a aumentar seu desempenho em atividades profissionais.

Benefícios para as empresas

Além de apresentar vantagens para os profissionais, a prática regular de atividades físicas traz benefícios também para as empresas onde essas pessoas trabalham. O primeiro deles é que, ao melhorar a saúde dos colaboradores, estes têm menor propensão a adoecerem e faltarem ao trabalho. Ou seja, as equipes tornam-se mais produtivas e menos desfalcadas, gerando melhores resultados. O estímulo por parte da empresa à prática de exercícios físicos pode funcionar também para promover melhora significativa no clima organizacional, culminando na melhora da imagem da empresa no mercado e na sua capacidade de atrair e reter bons talentos.

Para quem ainda não sabe por onde começar, a dica é: tente. Faça aulas experimentais das modalidades que você acredita fazerem sentido para você e procure se dedicar àquela que mais te der prazer. Uma forma por meio da qual as empresas podem auxiliar neste processo de descobrimento e de apoio à mudança de hábitos dos colaboradores é realizando pesquisas de interesse na empresa para verificar se há um desejo coletivo de mudar de vida. Na sequência, podem ser oferecidas atividades físicas dentro da própria empresa, ou mesmo ser promovidos desafios de atividade física com recompensas, o que estimula os colaboradores a participarem, construírem hábitos mais saudáveis e uma vida mais produtiva.

Por Bruno Rodrigues, CEO da GoGood, plataforma de saúde e bem-estar corporativo

Gostou desse post? Compartilhe!