- Início

- Conteúdo

Banco Do Brasil Faz De Todos Os Seus Servidores Acionistas Da Empresa

Compartilhe Este Post

Com mais de 98 mil funcionários em seu quadro profissional, o Banco do Brasil anunciou uma medida que, certamente, pegou boa parte desse número de surpresa: todos passam a ser acionistas da empresa. Cada um dos empregados será dono de três ações do banco.

Inédita no sistema financeiro, a iniciativa é, segundo o presidente do BB, Paulo Rogério Caffarelli (capa), “um reconhecimento e um reforço do engajamento sempre presente”. Dessa maneira, é esperado que no papel de acionista, os funcionários conectem suas atribuições diárias com os objetivos da organização. Independentemente do nível na hierarquia da instituição, a cada empregado é atribuída a noção de que sua atuação impactará no valor das ações.

A participação nas ações pode aumentar com o passar do tempo, entretanto os colaboradores que as receberem não podem vendê-las enquanto não se aposentarem ou deixarem de fazer parte o quadro do banco.

O presidente aponta que, com o olhar de dono, que busca entender toda a complexidade da arena bancária, o profissional terá mais condições de contribuir para o fortalecimento da empresa, diante da concorrência dos demais bancos e das fintechs. “A atitude de dono em cada um de nós é a melhor forma de proteger o banco”, diz o mandatário..

Uma outra medida adotada pelo BB foi promovida em relação ao bônus semestral dos empregados. Agora, metade do valor será recebida em ações por meio do Plano de Desempenho Gráfico (PDG), que gere os resultados e as performances dos funcionários. O restante do bônus é creditado no cartão Alelo.

Gostou desse post? Compartilhe!