- Início

- Conteúdo

Aon Apresenta Práticas De Empresas Que Identificam E Gerenciam Os Seus Riscos

Compartilhe Este Post

Em parceria com a Wharton School of the University of Pennsylvania, a companhia Aon acaba de divulgar a 5ª edição do Relatório de Percepções sobre o Índice Aon de Maturidade em Riscos. A iniciativa identificou uma relação direta entre as práticas na gestão de riscos e melhores desempenhos operacionais das organizações. Diferentemente do ano anterior, a pesquisa também apontou uma correlação entre a aceitação e a precificação dos seguros de Responsabilidade Civil de Diretores e Administradores (D&O) com a maturidade em riscos. Por fim, o material avaliou a relação entre maturidade de riscos e solidez organizacional no contexto de impactos dos mercados financeiros gerados pelo Brexit do Reino Unido.

Neste contexto, as empresas com uma classificação geral mais alta de Índice de Maturidade demonstram ter processos de governança mais robustos – o que se traduz em melhores condições de contratação dos seguros de D&O, permite a melhor compreensão dos seus riscos e por consequência desenha programas de seguro mais apropriados as suas necessidades.

"Os diretores e administradores enfrentam um desafio crescente que os obriga a compreenderem melhor os principais riscos de suas empresas e a maneira como são gerenciados", afirmou Christopher Ittner, professor de contabilidade da Wharton School.

O Relatório de Percepção do Índice Aon de Maturidade em Riscos de 2018 também reforçou as correlações feitas anteriormente entre níveis mais altos de maturidade em riscos e de desempenho dos preços das ações e entre maior maturidade em riscos e menor volatilidade. Outro ponto examinado pelo Índice foi os impactos nos mercados financeiros gerados pelo Brexit, o que confirma a relação direta entre maturidade em riscos e solidez organizacional emtermos do impacto do Brexit sobre o preço das ações de uma organização.

"As práticas de gestão de riscos bem projetadas e sustentáveis continuam sendo uma forte defesa contra um ambiente externo incerto", disse KieranStack, gerente comercial de consultoria de risco da Aon nos EUA. "A implementação de princípios e práticas sólidas na gestão de riscos com forte consenso dentro de uma organização e entre suas diversas áreas pode contribuir para obter lucros maiores, mesmo durante eventos de alto impacto nos mercados. O Índice Aon de Maturidade em Riscos é um recurso valioso para as empresas que ajuda a identificar e administrar melhor o perfil de riscos em toda a organização."

Desenvolvido pela Aon e pela Wharton School, o índice Aon de Maturidade em Riscos foi criado em 2011 como uma ferramenta para auxiliar executivos em finanças, riscos e questões jurídicas na identificação e abordagem das áreas críticas de atenção em seus programas de gestão deriscos. Este índice é uma plataforma importante para uma compreensão melhor das organizações sobre o valor da gestão de riscos na melhoria do desempenho operacional e/ou redução da volatilidade, fornecendo análises profundas e orientação sobre as ferramentas e técnicas disponíveis para melhorar as práticas de governança e gestão de riscos.

Gostou desse post? Compartilhe!