- Início

- Conteúdo

Ambiente Influencia Nos Hábitos De Vida Saudável Das Pessoas, Reforça Pesquisa

Compartilhe Este Post

Um novo estudo conduzido por nutricionistas com mais de 1.050 homens e mulheres que frequentam os Espaços Herbalife Nutrition na cidade de São Paulo reforçou um fator determinante para quem busca uma vida com mais saúde: o ambiente e a comunidade estimulam as pessoas a terem hábitos mais saudáveis em seu dia a dia.

De acordo com a Dra. Carolina Pimentel, PhD em Nutrição e membro do Conselho Consultivo de Nutrição da Herbalife Nutrition, e uma das coordenadoras da pesquisa, as pessoas “ficam mais estimuladas a consumir alimentos saudáveis e com maior teor nutritivo e a praticar exercícios físicos com regularidade, promovendo e reforçando a saúde”.

Segundo o último levantamento Vigitel, realizado pelo Ministério da Saúde, somente 35,2% da população do país tem o hábito de comer, diariamente, frutas e vegetais, dado que contrasta com o dos freqüentadores dos Espaços Herbalife (66,5%). “Observamos também que 65% dessas pessoas acreditam ter uma boa ou muito boa qualidade de vida, o que reforça a influência e o apoio da comunidade em um estilo de vida saudável”, coloca Dra. Carolina Pimentel. Em relação à prática de atividade física, 44% das pessoas entrevistadas são ativas ou muito ativas (se exercitam pelo menos cinco dias por semana). Já sobre o descanso, 66% dizem que dormem bem.

Uma vida mais saudável

Entre 2006 e 2016, o excesso de peso em adultos aumentou em 26,3%, segundo o Vigitel. Além disso, no mesmo período, o cenário da obesidade aumentou em 60%, atingindo 18,9% da população em 2016. A rotina cada vez mais puxada de muitas pessoas, na qual 24 horas por dia parece pouco, abriu as portas para o sedentarismo. E também há o cansaço – somado ao estresse – que é, muitas vezes, fator que desmotiva alguém a mudar os seus hábitos. Para Ana Lúcia de Araújo, diretora de RH da ValeCard, empresa especializada em soluções para RH e Gestão de Frotas, é normal sentirmos que não temos mais tempo para nada, mas pequenas ações já podem fazer uma significativa diferença e contribuir para que, aos, poucos, os hábitos se tornem mais saudáveis. Dentre elas, a especialista aponta:

  • Levar para a empresa lanches rápidos e saudáveis preparados em casa, ou mesmo seu almoço.
  • Preferir subir as escadas que pegar elevador.
  • Estacionar o carro um pouco mais distante e se forçar a andar um pouco mais.
  • Fazer uma caminhada agradável no final de semana.
  • Carregar sempre uma garrafinha com água para se hidratar frequentemente.

Segundo a especialista, é fundamental que cada vez mais as empresas adotem a causa e estimulem (e também auxiliem) seus colaboradores a mudarem seus hábitos. “As ações de engajamento são importantes nesse sentido e podem ser planejadas de diversas formas, como, por exemplo, palestras sobre a importância de exercícios físicos, alimentação saudável, postura, etc. Ações em datas comemorativas com caminhadas e atividades ao ar livre, além de ginástica laboral são outros exemplos de ações que a empresa pode promover”, explica Ana Lúcia. “Além disso, alguns planos de saúde estão implantando a gestão da sinistralidade e colocam à disposição do cliente espaços de bem-estar e apoio, que trabalham diversas ações preventivas e de suporte ao segurado”, acrescenta.

Hoje, a retenção de talentos em uma empresa não se resume a um bom salário ou a benefícios que valham à pena, por mais tentador que seja o pacote. Os profissionais, principalmente os mais jovens, procuram por empresas com as quais se identifiquem em relação a seus valores e missões. E também, como ressalta a diretora da ValeCard, há a busca por organizações que demonstrem preocupação com a qualidade de vida de seu colaborador, contribuindo para que haja um bom clima organizacional e um ambiente de trabalho mais agradável e psicologicamente saudável.

Gostou desse post? Compartilhe!