- Início

- Conteúdo

A Importância Da Contratação De Pessoas Com Identidade Cultural

DIVERSIDADE

Compartilhe Este Post

Sabemos que o engajamento dos colaboradores reflete diretamente nos resultados e crescimento de uma empresa. Em uma pesquisa realizada pela Right Management, especialista global em carreiras, funcionários motivados no ambiente de trabalho são 50% mais produtivos.

Outro estudo feito pela The Marcus Buckingham Company, companhia que fornece soluções de desenvolvimento de liderança para organizações, mostra que, no nosso país, temos um índice de 16% dos profissionais que se consideram totalmente engajados no seu respectivo trabalho. Embora ainda possa ser considerada uma porcentagem pequena, é a terceira do ranking mundial atrás de EUA/China e Índia, demonstrando que a motivação e engajamento ainda são questões a serem buscadas por empresas de todo o mundo.

Pensando nisso, novas marcas no mercado, principalmente startups, estão buscando sempre motivar e engajar seu público interno. Dentre diversos pontos que os fazem motivados, estão: um ambiente de trabalho alinhado às expectativas dos funcionários, reconhecimento e estabilidade.

Para isso, uma ferramenta que deve ser explorada pelas marcas que buscam esses resultados para suas equipes internas é a contratação por fit cultural, que nada mais é do que alinhar a cultura organizacional da empresa aos valores e/ou propósitos do candidato. É uma contratação muito mais assertiva, porque, além das habilidades técnicas, o perfil da pessoa é analisado por diferentes vieses.

Neste contexto, tudo é analisado, desde a combinação do profissional com os outros membros da equipe, até valores da empresa e cultura. Todos esses pontos são muito bem avaliados, gerando estabilidade a longo prazo e turnover bem baixo. Muitas empresas de tecnologia já estão usando a identidade cultural como ferramenta de assertividade nas contratações, entre elas, a Loggi, a Hotmart, o EBANX e o Nubank, e estão obtendo sucesso.

De fato, uma empresa deve sempre buscar os melhores colaboradores possíveis para o seu time. Para que isso ocorra, os processos de atração e seleção devem ser desenhados com foco nisso e no fit cultural, para que possamos validar se aquele candidato, que é tecnicamente completo, está alinhado com os valores da empresa e vai ser um excelente profissional.

O primeiro passo para aplicar esse conceito no recrutamento é a empresa ter muito bem definido quais são os seus valores, que ambiente de trabalho quer proporcionar (colaborativo, pressão, transparente etc.) e saber como comunicar e praticar esses valores. Só uma empresa que tem autoconhecimento e sabe a posição que ocupa (ou quer ocupar) no mercado poderá utilizar essa ferramenta a seu favor.

Durante o processo, em si, o fit cultural deve ser avaliado por meio de um conjunto de perguntas comportamentais que visam entender como a pessoa reage à determinadas situações. Isso pode ser feito pelo time de recrutamento ou por algum colaborador designado, que tenha a cultura da empresa muito bem absorvida. É uma etapa que pode vir tanto no começo como no fim do processo seletivo, já que normalmente tem caráter eliminatório.

Com todos os pontos alinhados, a identidade cultural se torna peça fundamental na atração e seleção dos melhores profissionais. Entre todos os benefícios, a ferramenta consegue premeditar desalinhamentos entre expectativas e necessidades da empresa com o comportamento e as habilidades do profissional, além de economizar com processos de demissão e contratação, uma vez que irá reter o talento, garantindo profissionais mais maduros e coesos, com bastante tempo de casa.

Havendo um fit entre empresa e todo o público interno, a satisfação dos funcionários, com um clima organizacional positivo e saudável, é refletido diretamente na qualidade dos processos. Uma vez que o funcionário está 100% motivado e incentivado a promover o crescimento da empresa, trabalhando para isso, ocorre um crescimento mútuo de todos os envolvidos.

Em suma, são muitas as vantagens geradas por essa solução de Recursos Humanos e elas vão desde questões práticas até questões mais pessoais e subjetivas. E é exatamente por essa abrangência que não pode ser subestimada por nenhum profissional da área ou empresa, e que vem ganhando cada vez mais espaço no mercado, principalmente no que diz respeito a startups. Utilize sem moderação!

Por Vinícius Coelho (capa), Talent Attraction Specialist da Liv Up, startup de alimentação saudável

Gostou desse post? Compartilhe!