- Início

- Conteúdo

A Fórmula Para A Felicidade Está Mais Perto Do Que Você Imagina

Coluna 2309

Compartilhe Este Post

Hoje em dia a busca pela felicidade está cada vez mais frequente na humanidade. Há quem acredite que o sentimento acontece por meio da satisfação econômica ou do sucesso profissional. Outros creem que o contentamento é um estado de espírito e por consequência não pode ser alcançado a partir do consumo. Na verdade, a genuína alegria é única e com um significado próprio para a sensação. Portanto, a característica subjetiva anula a existência de uma fórmula para encontrá-la e deixa uma porta aberta para o autoconhecimento, pois nem tudo o que as pessoas desejam é capaz de fazê-las verdadeiramente felizes. Ou seja, o segredo é o caminho interno.

Tendo a chave para ser feliz em mente é necessário se dedicar a certas etapas para que o sentimento possa aflorar em você. O primeiro passo no caminho em busca da felicidade plena é uma ação simples, mas, que deixa de ser praticada na rotina diária. Para começar, é preciso dar valor as conquistas. É válido reconhecer os esforços e permitir-se comemorar os ganhos, por menor que sejam. Afinal, houve um investimento de energia para atingir o objetivo. Em seguida é importante sempre lembrar de agradecer.

A próxima atitude a ser levada em consideração é a autoaceitação. Por mais desafiador que possa parecer o processo, ele é extremamente necessário para entrar em contato com a meta final. Dessa forma, não deixe as críticas e cobranças pessoais invadirem os pensamentos o tempo inteiro. O ser humano não é máquina, está sujeito a erros. Ideias depreciativas sobre si geram consequências na autoestima e autoconfiança. Neste caso, em vez de dar chances ao pessimismo o ideal e reconhecer as qualidades. É uma ótima escolha fazer uso das potencialidades em um misto de competência e equilíbrio.

O destino final da trajetória pelo encontro do subjetivo é regado por perdão e vivência no presente. Na vida há dois lados de uma mesma situação, duas faces, o A e o B. Ao longo do caminho aparecem centenas de problemas diferentes, emoções contraditórias, pessoas e situações que nos guiam em outras direções. Se as consequências são ruins ou não, é impossível calcular enquanto não estamos frente a frente a elas. Porém, podemos escolher a forma de enfrentar os problemas. A tendência é crescer e tornar-se mais forte emocionalmente para os percalços do acaso.

Por José Roberto Marques, fundador do Instituto Brasileiro de Coaching - IBC. É um dos colunistas do RH Pra Você. O conteúdo dessa coluna representa a opinião do colunista. Foto: Divulgação

Gostou desse post? Compartilhe!