- Início

- Conteúdo

A Certeza Da Dúvida!

Coluna

Compartilhe Este Post

Creio que aquilo que buscamos de respostas estão disponíveis nos mais diversos lugares,
seja no ambiente em que estamos, seja em nós mesmos. Há quem diga que as melhores
respostas vêem de dentro. Concordo, mas o que isso significa na prática? Que uma voz
virá lhe contar em seu ouvido interno aquilo que você precisa saber? Talvez, quem sabe
isso já aconteceu com você. Contudo, porque estou falando de respostas? O que me
motiva trazer este tema para refletirmos é justamente porque hoje temos muitas
dúvidas. Isso é verdade para você? lembro de ter trabalhado no tema da dúvida há um
tempo e com ela, veja só, fiquei com dúvidas! Minha primeira reação era ter certezas.
Então foi quando me deparei com a relação entre uma visão dogmática e uma visão
curiosa. A dúvida é salutar para nos impulsionar às descobertas que precisamos fazer em
nossas vidas, em nosso trabalho, em nossa missão. Mas a certeza também é. Aqui está o
ponto crucial desta nossa reflexão. Sobre o que devemos ter dúvidas e sobre o que
devemos ter certeza? Veja se faz sentido para você. Creio que a dúvida pode ser uma
forma de olhar os problemas que nos acontecem, os desafios que se apresentam. Sobre
resolver problemas, que estão cada vez mais complexos, ter dúvidas no momento de
explorar a questão nos dá uma força incrível, pois nos permite baixar o julgamento
prévio, nos permite questionar e olhar de diferentes ângulos. Se abordarmos um
problema com certezas talvez deixemos de lado uma rica oportunidade de evolução.

Tive a honra de construir um treinamento para uma super multinacional italiana do ramo
automotivo. O problema a ser resolvido era tenso, perigoso, literalmente. Contudo, seus
dirigentes incluindo CEO e RH, ao me convidarem para cuidar deste desafio, abordaram
o problema com dúvidas, o que na prática significou carta branca para criar a solução.
Eles foram incríveis em não me amarrar em uma relação problema x solução
previamente definidos. Sinto-me abençoado por isso, de verdade, pois pude me dedicar
por meses no entendimento do problema, do desafio e trazer um olhar curioso,
considerando diferentes hipóteses e soluções. Foi quando então entramos com a visão de
certeza. Contudo, aqui está uma grande sacada, ao que me parece. Esta certeza tratase
muito mais de uma crença de que aquilo que será feito dará certo. Note a diferença,
posso dizer que tenho certeza que este é o caminho, mas não ter fé, não ter certeza de
que ele vai funcionar. Outra visão é ter certeza de que vai funcionar e que este caminho
definido é uma BOA OPÇÃO, mas não a única. Percebe a diferença destas duas formas de
encarar o mundo? A primeira me dá certeza do caminho, o que pode me travar se for
necessário mudar, me adaptar. A outra me dá certeza de que vai funcionar e que o
caminho escolhido, depois de boa reflexão é bastante adequado, mas continuo aberto a
me transformar, evoluir e mudar ao longo da trajetória.

Para 2019, quais são suas dúvidas e suas certezas.

Um abençoado ano para você.

Sucesso e boa obra pra você!

Por Tiago Petreca, diretor fundador e curador chefe da Kuratore - consultoria de educação corporativa. É um dos colunistas do RH Pra Você. Foto: Divulgação O conteúdo dessa coluna representa a opinião do colunista.

Gostou desse post? Compartilhe!