- Início

- Conteúdo

9 chaves para se viver melhor no trabalho e na vida pessoal

Coluna 293

Compartilhe Este Post

Ter clareza sobre o que nos ajuda a viver melhor, tanto na vida pessoal como na vida profissional, é fundamental. A pandemia, as mudanças tão rápidas que estão acontecendo no mundo, os riscos que estamos correndo, as restrições e as incertezas trouxeram um balanço bem grande para a vida de todos.

Mais do que nunca é hora de entender e agir com foco nos aspectos que ajudam a gente a viver melhor. Aqui eu trago 9 chaves para se viver melhor no trabalho e na vida pessoal. Essas chaves têm muitos desdobramentos, que eu vou abordar mensalmente, iniciando com esse artigo mais geral.

As 9 chaves são: 

  1. Olhar de verdade para as suas insatisfações, a cada momento
  2. Levar a sério o autoconhecimento e a ampliação da consciência
  3. Melhorar a sua atenção e desenvolver inteligência emocional e autocontrole
  4. Aprender a lidar com o medo e ir além da escassez
  5. Encontrar seu propósito e um trabalho com significado
  6. Investir em competências, conexões e relações positivas
  7. Cuidar da sua saúde física e mental, e ajudar na dos outros
  8. Ser ético consigo mesmo e com os outros
  9. Curtir, agradecer e celebrar os resultados, a natureza e a vida

Eu mesmo busco viver de forma coerente com essas 9 chaves, embora não seja perfeito, pois continuo aprendendo, errando, reconhecendo minhas falhas, buscando formas melhores e mais positivas de pensar, sentir, agir e viver.

Denominador comum e complexidade

Por trás de tudo isso há um denominador comum, que é a busca sincera de se conectar com os ditames do coração e viver bem. A sabedoria neste caminho vem tanto do entendimento cognitivo e racional quanto dos sentimentos positivos e da intuição. Ela é uma junção do positivo da mente e do coração, o que às vezes demanda um esforço grande, por conta de todos os nossos condicionamentos contrários, de todos nossos entendimentos equivocados (crenças, julgamentos e autoengano) da realidade externa e da realidade interna.

Essas chaves são assuntos complexos e afetam o seu estilo de liderança, a sua capacidade de entrega, o seu trabalho em equipe, a sua capacidade de dar um feedback adequado, a sua autoavaliação, sua relação conjugal, familiar, profissional. Enfim, afetam tudo o que você pensa, escolhe e faz.

Para fazer artigos mais focados e práticos, abro aqui um espaço para que você me envie seus questionamentos, comentários e perguntas sobre estes temas para o meu e-mail: [email protected] . Situações e casos relacionados também são muito bem-vindos.

Quem sou eu?

Para quem não me conhece, eu costumo dizer que tenho dois lados: um é o lado em que enveredei pela via acadêmica. Estudei bastante; sou professor da FGV; busquei entender a ciência em diversas áreas que me ajudam a compreender melhor a motivação, a lógica e as ações humanas. O outro lado, que foi inicialmente buscado devido ao meu próprio sofrimento, é o do autoconhecimento, da meditação, da espiritualidade, das até agora 18 viagens à Índia, do "olhar para dentro", do entendimento de quem eu sou e do que eu vim fazer aqui.

Eu procuro juntar esses dois lados e suas implicações/aplicações nas empresas e na vida pessoal. Como somos um, vejo como necessário integrar tudo isso, seguindo um caminho para termos melhor performance junto com a busca de sermos seres humanos melhores. Essa é minha busca pessoal e profissional e aqui vou compartilhar um pouco disso com você que se interessa por esse assunto. Prazer, eu sou o Edu Farah.

Eduardo Farah é consultor de empresas nas áreas de relacionamento e desenvolvimento humano. Autor do livro “Mindfulness para uma vida melhor”, pela editora Sextante. É uma das colunistas do RH Pra Você. O conteúdo dessa coluna representa a opinião da colunista. Foto: Divulgação.

Você também vai gostar