- Início

- Conteúdo

8 Razões Para Investir No Treinamento Corporativo

Compartilhe Este Post

Investir em treinamento corporativo é também apostar no crescimento de uma empresa. Geralmente, a prioridade é investir em softwares e ferramentas de automação quando as empresas buscam aumentar sua produtividade e redução de custos. Mas, de nada adianta ter a melhor tecnologia se não tiver os colaboradores devidamente capacitados para utilizá-la. Este é apenas um exemplo dos benefícios de um treinamento corporativo.

É preciso ter muito claro que apostar em Treinamento & Desenvolvimento para o aperfeiçoamento profissional é um investimento, e não uma despesa. Tanto que as empresas investem mais de US$ 200 bilhões por ano em todo o mundo em educação corporativa.

Funcionários qualificados têm maior produtividade e menor rotatividade, o que reduz custos e aumenta o nível de confiança e inovação dentro da empresa, gerando ainda mais eficácia e economia. Também aumenta o grau de comprometimento e união, criando um clima organizacional agradável e de alta performance, que incentiva os colaboradores a continuarem se desenvolvendo e trabalhando melhor em equipe. Uma empresa repleta de funcionários qualificados, confiantes e comprometidos gera resultados de maior qualidade e vira referência, saindo na frente de seus competidores e se tornando líder de mercado.

Alguns benefícios diretos dos treinamentos corporativos são:

Produtividade

Os treinamentos têm alto poder de melhoria na produtividade. Exemplos disso são um grupo de vendedores que teve acesso a um treinamento especializado em técnica de vendas que pode resultar numa melhoria da conversão das oportunidades de negócio, e os treinamentos para adequação às ferramentas de trabalho, pois o domínio das ferramentas utilizadas no dia a dia facilita a execução de muitas tarefas, tornando-as mais ágeis e precisas.

Satisfação

Um dos principais motivos de satisfação dos trabalhadores é acreditarem que estão fazendo um bom e importante trabalho. Portanto, ter um ambiente de trabalho amigável, estar confiante e preparado para executar suas tarefas e demandas diárias deixa os funcionários mais contentes e mais produtivos. Por consequência, isso deve diminuir a rotatividade nas equipes.

Inovação

O conhecimento é a base da criação, portanto, para que os colaboradores tenham ideias e ações inovadoras é necessário disponibilizar cursos de aperfeiçoamento para que eles aumentem seus conhecimentos e se beneficiem disso. Quanto mais se entende de um assunto, maiores são as chances de ter ideias poderosas e criativas.

Liderança

Os treinamentos corporativos também podem e devem ser disponibilizados para os líderes da empresa, em todos os seus níveis, pois podem surgir novas abordagens de liderança e até mesmo um modelo de gestão novo para a empresa enfrentar seus desafios.

Confiança

Funcionários que recebem qualificação se sentem mais seguros em relação ao trabalho que estão executando e valorizados por seus empregadores. Quando o colaborador se sente seguro, seu nível de comprometimento aumenta. Consegue propor inovações e se sente responsável pelos resultados da empresa.

Custos

A redução de custos também é fruto dos benefícios do treinamento nas empresas. O aumento de produtividade gera uma economia para a empresa no geral, e a diminuição da rotatividade reduz despesas com demissões e contratações de funcionários.

Clima

Funcionários mais confiantes e engajados trabalham melhor em equipe. Eles se sentem unidos por um objetivo comum, o que deixa o clima mais agradável no ambiente de trabalho.

Competitividade

Uma equipe de qualidade também será um diferencial em termos de competitividade da empresa no mercado. Se os concorrentes estiverem investindo mais na qualificação de seus funcionários, eles estarão sempre um passo à frente.

Treinamento com base na aprendizagem visual

Já sabemos que colaboradores treinados é sinônimo de aumento de produtividade. Porém, o desafio é conseguir que, durante o treinamento, os colaboradores prestem atenção, vejam que aquilo é importante. É necessário reter sua atenção. Nesse cenário, entrma os benefícios da aprendizagem visual, capazes de auxiliar a transmissão de informações complexas de uma maneira fácil, eficiente, rápida e engajadora.  É uma forma das pessoas aprenderem mais em menos tempo.

Uma boa indicação é o uso dos modelos visuais mentais, que são elementos da linguagem visual como jogos, vídeos, ilustrações e realidade aumentada para comunicar uma informação. A rotina corporativa é marcada por muitas demandas e pouco tempo. Portanto, a linguagem visual destaca-se. Além de ter o dinamismo para capturar a atenção do aprendiz, a prática acelera a emissão e internalização de conteúdo porque transmite os dados de um jeito mais palatável. Por exemplo, em vez de apresentar dez slides em uma seção, exibe apenas um infográfico com o mesmo material.

Segundo Renato Gangoni, CEO da Visual Insight, apesar de o ser humano adquirir conhecimento por meio da integração dos cinco sentidos, a visão destaca-se em termos de assimilação de informações, sendo que 65% das informações transmitidas com elementos visuais são armazenadas pelo cérebro. O fenômeno acontece porque este meio de aprendizagem exige menos esforço do órgão do que os demais sentidos (como a audição). Devido a este motivo, a prática é muito utilizada nos momentos de traduzir dados complexos.

Gostou desse post? Compartilhe!