- Início

- Conteúdo

5 Motivos Para Acreditar Ser Impossível Construir Bons Relacionamentos

Coluna 259

Compartilhe Este Post

Como líder e profissional de desenvolvimento humano, sempre escrevo sobre como construir relacionamentos saudáveis, mas este texto é diferente. Trata exatamente da dificuldade que é construir bons relacionamentos com algumas pessoas.

Nem sempre é tão fácil construir a empatia e o alinhamento que tanto pregamos como algo quase miraculoso e imediato. Basta querer que se consegue. Não é bem assim!
Por que? Vamos aos 5 motivos:

1. Os interesses podem ser absolutamente diferentes. Por vezes, tem-se a sensação que estamos em uma corrida sem fim, na busca do alinhamento e da compreensão, mas parece que quanto mais se corre na direção do outro, mais ele se afasta e finca posição na diferença existente.
2. Os valores são a cola que une os seres humanos e quando são antagônicos propiciam um afastamento significativo, tornando a construção de um relacionamento saudável quase impossível, uma vez que não há como construir sem cola e a cola dos relacionamentos são os valores. O que se acredita está na nossa essência e conviver com o que não se acredita é quase um estupro, muitas vezes feito pelo outro sem dó nem piedade. Já ouvi falar que por amor vale tudo. Não, não vale. No fundo é o medo da perda que faz aceitar o que não é aceitável, com um preço pago muito alto.
3. A quebra da confiança, assim como a falta de respeito são fatores muito difíceis de serem vencidos. A quebra de confiança gera o falar e o não fazer, o não se entregar para a relação. A falta de respeito vem carregada de palavras e ações que machucam e que criam um abismo intransponível. A comunicação fica travada, sem ressonância, sem efetividade, parecem idiomas diferentes.
4. Esse abismo acaba distanciando as pessoas como se não houvesse ponte suficientemente larga para unir sejam pensamentos, sentimentos ou comportamentos.
5. E, talvez tudo isso seja coroado por um imenso não sentir que é o pior dos sentimentos. Nem raiva, nem dor, apenas um nada.

É triste imaginar que isso possa acontecer, mas talvez seja importante assumirmos essa possibilidade como uma realidade que faz parte da nossa vida. Serve, também para que possamos aceitar as nossas possíveis falhas na construção de relacionamentos. Que, às vezes, por mais que se queira, a vida não é tão bonita como gostaríamos. A vida é como ela é, simples assim.

Essa reflexão vale tanto para nossos relacionamentos pessoais e como para os profissionais.

Com isso não quero dizer que devamos largar mão e não construirmos relacionamentos saudáveis, mas talvez essa consciência nos ajude a parar de brigar com o que não pode ser e aceitar o que é.

Gostaria de saber sua opinião sobre esse assunto. Você tem ou teve algum relacionamento que teve que abrir mão e declarar sua incompetência em construir ou reconstruí-lo?

Por Fátima Motta, Profa. Dra. Fátima Motta, Sócia-Diretora da FM Consultores. É uma das colunistas do RH Pra Você. O conteúdo dessa coluna representa a opinião do colunista. Foto: Divulgação.

Gostou desse post? Compartilhe!