- Início

- Conteúdo

5 Erros Cometidos Pelas Empresas Que Contratam Serviços Por Aplicativo

TECNOLOGIA

Compartilhe Este Post

Em meio às facilidades proporcionadas pela tecnologia, com o uso de aplicativos poucos toques são o suficiente para as empresas contratarem os mais diversos serviços. Tiago Lira, CMO da FindUP, empresa que atua com soluções de informática, explica que esse novo modelo de negócios representa bem a economia compartilhada e tem potencial para crescimento em nível global – a estimativa da consultoria PwC, por exemplo, é que até 2025 o setor movimente US$ 325 bilhões.

Ainda assim, por conta de problemas de planejamento, nem sempre o fácil se torna prático e algumas organizações não extraem o melhor do serviço que tem à disposição. Pelo contrário. E segundo Lira, estes são os cinco erros mais comuns que elas cometem:

1 – Tratar o prestador de serviços como um de seus funcionários

Seja qual for o serviço contratado (limpeza, transporte, contabilidade etc.), o prestador não é parte do quadro de funcionários da empresa que o chamou. Parece claro, mas a prática nem sempre acompanha a teoria. Lembre-se que o prestador de serviços não deve acumular funções que extrapolem a que foi estabelecida e o horário deve ser cumprido conforme anteriormente combinado.

2 – Não saber o motivo da chamada

Dependendo do serviço, o profissional contratado pelos aplicativos terá uma demanda diária que não se resume a uma única empresa. Ou seja, ele deve ser chamado para resolver, o mais rapidamente possível, o problema estabelecido. Portanto, para que a visita não seja em vão, é necessário saber exatamente o que se espera dele.

3 – Deixar as análises de desempenho de lado

Se a prática de utilizar aplicativos fez alguma diferença na empresa (redução de custos, aumento de receita, dentre outros exemplos), os usuários devem saber qual foi o impacto. É importante ter o hábito de mensurar dados de desempenho, de qualidade e de finanças para que, desse modo, seja possível identificar o quanto está ou não valendo à pena o uso dos serviços via app.

4 – Manter funcionários ociosos no mesmo departamento

Tenha como mantra a otimização dos processos dentro de sua empresa. Não há necessidade de manter funcionários de um determinado setor fazendo as mesmas funções de um prestador de serviços contratado em um aplicativo. Aproveite, então, para desenvolver os colaboradores em diferentes aspectos (como sua capacidade de liderar) enquanto o profissional via app resolve as pontualidades.

5 – Ignorar recomendações dos profissionais

Ter uma pessoa de fora pode ser útil para ajudar quem está dentro a identificar os processos que estão funcionando bem e os que precisam melhorar. Nesse aspecto, a partir do momento em que um profissional específico é contratado para prestar esse auxílio, é fundamental pelo menos ouvir o que ele tem a dizer. Contudo, algumas empresas optam por simplesmente ignorar toda e qualquer orientação. Consequentemente, alguns problemas podem até ser solucionados, mas somente em caráter temporário.

Gostou desse post? Compartilhe!