- Início

- Conteúdo

4 Pontos Para Entender O Que Colaboradores Esperam De Um Treinamento

Treinamento

Compartilhe Este Post

Pense assim: crescer e oferecer sempre os melhores resultados é o sonho ideal de qualquer empresa. No entanto, isso exige grande competitividade e preparo dos seus colaboradores. Muitos deles chegam até as empresas com uma formação inicial que não atende algumas de suas particularidades. Por esta e outras razões que o mercado recorre a processos de treinamento e desenvolvimento para capacitar o colaborador.

Mas o que é treinamento corporativo e qual o seu principal objetivo? Bem, o nome já diz muito: é o ato de capacitar os colaboradores de uma empresa visando aumentar produtividade e motivação, de acordo com as suas funções, sendo ele de cargo estratégico ou operacional, contanto que o treinamento tenha de fato uma metodologia que se adeque à linguagem necessária para a interpretação. O principal objetivo a ser alcançado com o treinamento corporativo é a capacitação dos funcionários, focando na melhoria que seu aprendizado trará para a empresa.

E o que o público-alvo tem que sair fazendo do treinamento? Quais os principais problemas a serem atacados? Os benefícios proporcionados não são apenas para a empresa. Os funcionários aprovam esse tipo de ação e se tornam mais motivados com suas tarefas. Alguns exemplos que os treinamentos, quando bem planejados e direcionados, proporcionam:

Produtividade

A produtividade é a chave para o sucesso de qualquer negócio, e o treinamento tem por objetivo impulsioná-la ao máximo. Espera-se que, com o desenvolvimento, o colaborador possa gerir o tempo que tem disponível e produzir mais do que costumava anteriormente. A empresa beneficia-se bastante desse recurso, já que o investimento na capacitação do funcionário efetivamente gera retorno. Tendo um funcionário mais produtivo, que produz mais e/ou melhor em menos tempo, o empregador não precisará recrutar um adicional para a mesma função, evitando um novo custo.

Reduzir retrabalho

O retrabalho é um sério problema enfrentado nas empresas. Refazer uma determinada tarefa não só desmotiva o responsável por ela, que se frustra com seu rendimento, mas também afeta negativamente o desempenho da empresa na entrega de produtos, serviços etc. Para ser resolvido, esse problema requer a atenção da área de recursos humanos, no que se refere a treinamento para qualificação da equipe. O treinamento e desenvolvimento da equipe são capazes de minimizar o retrabalho, pois solucionam os pontos problemáticos que o geram. Por exemplo, o gestor pode ser treinado no sentido de acompanhar os processos e delegar tarefas, fazendo com que o funcionário receba uma ordem mais clara, e este pode passar por treinamentos onde as competências exigidas em suas tarefas sejam desenvolvidas.

Novas ferramentas

Todos os dias surgem novos meios de fazer tarefas de maneira mais eficiente, rápida e com menor custo. A internet, por exemplo, disponibiliza inúmeras ferramentas para auxiliar nos mais variados processos, que têm sido gradativamente inseridos nas empresas de pequeno, médio e grande porte, e as empresas precisam capacitar suas equipes para isso.

Melhora do clima organizacional

Sem dúvidas, a qualidade do clima organizacional é um fator determinante na motivação do funcionário e, consequentemente, na sua produtividade e proatividade. Um dos fatores que compõem o clima organizacional é justamente a qualidade da comunicação. Se o líder confia nos liderados e estes se sentem confortáveis e reconhecidos pelos líderes, a comunicação entre as duas partes será fluida. Sendo assim, os treinamentos que objetivam a melhora do clima organizacional trabalham tanto com a perspectiva do líder quanto com a perspectiva do liderado. Para os líderes, incentivam-se treinamentos de liderança, envolvendo a capacitação para melhores tomadas de decisão e mais empatia com os colaboradores. Para os liderados, é válido o treinamento de gerenciamento de tempo que, como consequência, diminui o estresse. O objetivo geral desses treinamentos é, em geral, qualificar os envolvidos para promover uma boa relação entre pessoas e equipes.

Alinhando as expectativas

Qual ferramenta de aprendizado devemos usar? Para Renato Gangoni, CEO da Visual Insight, um dos principais desafios é desenvolver um treinamento capaz de alinhar as expectativas da empresa com as reais necessidades de aprendizagem dos colaboradores e as constantes transformações de mercado decorrentes de uma sociedade extremamente volátil. Para isso, as empresas investem pesadamente em novas ferramentas de aprendizado. No entanto, no meio de tantas novidades e tecnologias, ainda é normal que as empresas encontrem dificuldades na hora de treinar seus funcionários, pois não conseguem reter a atenção deles. É importante ter também em mente que em tempos de alta concorrência não adianta apostar apenas em abordagens convencionais.

“É aí que entra os benefícios da aprendizagem visual, capazes de auxiliar a transmissão de informações complexas de uma maneira fácil, eficiente, rápida e engajadora. É uma forma de aprender mais em menos tempo. Uma boa indicação é o uso dos modelos visuais mentais, que são elementos da linguagem visual como jogos, vídeos, ilustrações e realidade aumentada para comunicar uma informação. A rotina corporativa é marcada por muitas demandas e pouco tempo. Portanto, a linguagem visual destaca-se. Além de ter o dinamismo para capturar a atenção do aprendiz, a prática acelera a emissão e internalização de conteúdo porque transmite os dados de um jeito mais palatável. Por exemplo, em vez de apresentar dez slides em uma seção, exiba apenas um infográfico com o mesmo material”, finaliza.

Gostou desse post? Compartilhe!