- Início

- Conteúdo

3 Razões Para Adotar O Vídeo Currículo E 8 Dicas Para Fazer Bonito

Dicas 709

Compartilhe Este Post

Criar um bom currículo é fundamental para quem deseja ingressar no mercado de trabalho. Entretanto, a tendência é que não será mais somente com informações colocadas em papel que os candidatos deverão se atentar.

Um formato comum nos Estados Unidos para conhecer os interessados a uma vaga é o do vídeo currículo. E aos poucos o modelo vai conquistando seu espaço nos RHs brasileiros.

De acordo com Cammila Yochabell, especialista em RH e fundadora da Jobecam, plataforma focada nesse modelo de apresentação, ainda é cedo para dizer que a metodologia pode tornar o currículo em papel obsoleto, mas é importante os candidatos estarem preparados para a mudança, que é uma realidade já bastante presente nas organizações. “As empresas estão cada vez mais adotando o paperlesse o vídeo vem para otimizar ainda mais isto, pois é um resumo mais humanizado do cv convencional”, diz.

Cammila explica que é fundamental conhecer os candidatos além da folha de papel e a alternativa digital permite não somente uma avaliação mais precisa dos concorrentes às vagas, como também menos custos às empresas. “Utilizando o vídeo currículo em meio às etapas do processo, é possível fazer uma análise mais assertiva e eficaz do interessado, reduzindo o custo altíssimo com recrutamento e seleção”.

Por dentro do novo método

Para quem ainda sabe pouco ou nada referente ao recurso, a especialista aponta três considerações que explicam como a tecnologia pode ser útil dentro das empresas.

1 – Além do papel

A tecnologia de vídeo quebra a limitação que é exprimir informações em uma folha de CV. Com ela, o candidato poderá contar mais a respeito dele e o recrutador terá mais embasamento para analisar o perfil o que não é visto no papel, como a linguagem corporal, a dicção e a rapidez de raciocínio.

2 – Economia de tempo

Se “tempo é dinheiro”, não existe vantagem nenhuma em perdê-lo. É estipulado que, em média, algumas vagas levem até 40 dias para serem fechadas. Com a alternativa do vídeo currículo, alguns processos desnecessários de locomoção que fazem parte da seleção poderão ser evitados. Cammila comenta que na Jobecam, por exemplo, o processo de triagem de vagas foi acelerado em mais de 70%.

3 – Contas no azul

Segundo a GI Group, especialista em soluções de RH, a hora do recrutador, do gestor, das plataformas disponibilizadas, da divulgação e dos filtros remete a um gasto aproximado de R$ 6 mil por vaga oferecida dentro de uma empresa. O vídeo currículo diminui esses gastos à medida que acelera o processo. Os recursos economizados podem ser investidos, por exemplo, na capacitação dos funcionários.

Dicas para os candidatos

À medida que o mercado se moderniza, é essencial que os candidatos acompanhem as mudanças. Dentre as principais dicas e orientações para que eles possam produzir um bom vídeo currículo, Cammila aponta as seguintes:

  • Fazer um roteiro que defina estrategicamente o que vai ser falado;
  • Organizar as ideias para que elas sejam expostas em no máximo 1 minuto e meio. Um vídeo currículo não pode ser longo e tampouco cansativo;
  • Falar assertivamente a respeito de habilidades, experiências de diferenciais e convidar o recrutador a conhecer mais de seu perfil por meio da entrevista de vídeo ou até mesmo presencialmente;
  • Escolher um ambiente silencioso, organizado e claro;
  • Aproveitar os primeiros segundos de vídeo para demonstrar que é expert no que faz e que pode contribuir para resolver os problemas da vaga ofertada;
  • Não tirar a atenção da câmera (para ler algum roteiro, por exemplo);
  • Evitar gírias;
  • Acima de tudo, ser você mesmo.

Gostou desse post? Compartilhe!