- Início

- Conteúdo

3 Ferramentas Da Hipnose Transformacional Para Ajudar Com As Finanças

FINANÇAS 1031

Compartilhe Este Post

Segundo um levantamento realizado pelo Serasa, 63 milhões de Brasileiros tem pelo menos alguma conta que não consegue pagar. Um número que infelizmente tem aumentado a cada ano que passa.

E sem dúvidas um dos fatores determinantes para uma pessoa gastar mais do que ganha tem haver com a mentalidade, e a forma de lidar com o dinheiro. A Hipnose Transformacional é uma metodologia de hipnose como estilo de vida, que trabalha a hipnose através da comunicação efetiva no dia a dia para reprogramar o piloto automático de forma mais assertiva de acordo com os objetivos de cada indivíduo.

E aqui vão três exercícios e princípios práticos da Hipnose Transformacional para começar a implementar no dia a dia e gastar menos:

  1. Comunicação – Estado – Comportamento – Resultado

Perceba que todo resultado começa primeiro com a forma de se comunicar, compreendendo a comunicação não se limita só ao o que é falado, mas também o não verbal, o tom de voz, e até mesmo os pensamentos levando em conta a comunicação interna. E toda comunicação gera um estado congruente ao que foi comunicado, perceba a forma como alguém com compulsão por gastar se comunica ao entrar em um estabelecimento, os pensamentos que alteram a fisiologia, que geram as ações, e consequentemente o resultado.

Uma forma simples e muito poderosa é romper os padrões de comunicação indesejados, é possível fazer isso com um exercício simples, tomando consciência e mensurando o nível de desejo por comprar em uma escala de zero a dez, e logo em seguida fazer um exercício de tocar no peito com dois dedos repetidas vezes ao mesmo tempo que verbaliza a frase “eu me desenvolvo como ser humano.” “eu me aceito completamente.” “eu me amo” repetindo as frases ao menos cinco vezes, e fazer uma nova mensuração da escala de zero a dez, o resultado é surpreendente e proporciona um autocontrole quase que instantâneo, pois através da alteração da comunicação, o estado emocional se altera, e consequentemente também o comportamento e o resultado.

  1. Identifique os sabotadores

Identifique os principais locais e situações onde você gasta mais do que o desejado,  isso parece simples, mas todos nós seguimos padrões a nível subconsciente, e se o padrão de gastar mais do que o desejado é principalmente comprando sapatos, por exemplo, defina uma meta de eliminar pesquisas relacionadas a sapatos na internet ou ir em lojas de sapatos por exemplo. Com o tempo o hábito de comprar sapatos compulsivamente tende a diminuir através da reprogramação de hábitos que estão no piloto automático. 

  1. Elimine os vazamentos

Valorize o seu dinheiro, menosprezar o dinheiro é uma das formas mais fáceis de criar dívidas, uma estratégia simples mas que pode contribuir para trazer o que está no piloto automático para o racional, e durante pelo menos trinta dias fazer anotações de exatamente tudo que foi gasto durante o mês, incluindo até mesmo o cafezinho e os mínimos gastos que houverem, para então identificar o que pode ser diminuído ou eliminado para o próximo mês sem precisar repetir os padrões que estavam anteriormente no piloto automático, por exemplo, está com uma conta de tv a cabo que não usa? Pode estar na hora de cancelar. Está pagando mensalidade de um aplicativo que não usa? Cancele. O aluguel está caro? Negocie a diminuição de custos. Compra doces todos os dias? Que tal reduzir para três vezes na semana?

Esse é um exercício ajuda a trazer o que está no piloto automático para a mente consciente, proporcionando escolhas mais racionais e assertivas na hora de lidar com os gastos, diminuindo custos desnecessários e negociando com que pode ser reduzido, sem ficar preso no piloto automático que faz com que tanta gente gastar além da conta. 

Por Romanni Souza (capa), professor de Hipnose e Coaching, criador da Hipnose Transformacional e fundador do Instituto Romanni. 

Gostou desse post? Compartilhe!