- Início

- Conteúdo

3 erros que não devem ser cometidos no currículo em vídeo

Compartilhe Este Post

Hoje, muito se fala a respeito da inovação e da otimização de processos nos Recursos Humanos. Com as ferramentas que a tecnologia proporciona, é cada vez menos viável (e inteligente) para a área insistir em práticas obsoletas ou que não contribuam para que seja possível ganhar tempo e economizar com custos. No Recrutamento e Seleção, por exemplo, uma nova tendência para tornar o processo de contratação mais barato e dinâmico é o chamado vídeo currículo.

Há algum tempo, falamos aqui no RH Pra Você a respeito do porquê a utilização do recurso nos processos de seleção é vantajoso para as empresas (clique aqui para acessar a matéria). E à medida que cada vez mais organizações adotam a ferramenta, é essencial que os candidatos saibam como produzir um vídeo currículo de destaque.

Diante desse contexto, CammilaYochabell (capa), especialista de RH e fundadora da Jobecam, plataforma de empregos em formato de vídeo currículo, aponta três erros que não podem ser cometidos pelos candidatos que farão sua gravação.

1 – Gravar sem script

Um vídeo currículo não deve levar mais do que um minuto e meio, no máximo. Portanto, o tempo para o candidato conquistar o recrutador é curto. Desse modo, é fundamental já ter planejado o que será dito, levantando seus pontos fortes de forma concisa e atrativa.

2 – Uso de fundos escuros

Se tratando de um vídeo, sua única preocupação não deve ser somente com o que será dito. Lembre-se que a sua imagem é o primeiro contato que o condutor da entrevista terá com você. Fundos escuros que dificultem a visão podem pesar negativamente. Da mesma maneira, a falta de cuidado com a aparência. Cammila recomenda um fundo neutro, com parede branca ou cinza, e um bom enquadramento.

3 – Não identificar a cara da empresa antes da entrevista

Identificar qual é a cara da empresa que deseja a vaga ou o perfil que é mais levado em conta da profissão na hora da contratação é a dica. Na pesquisa o candidato vai identificar qual a roupa mais adequada, vocabulário a ser usado e qual expertise que precisa ser destacada na hora da entrevista. Tenha em mente que, mesmo à distância, alguns padrões e formalidades devem ser seguidos, de acordo com o perfil da contratante.

Foto de capa: Divulgação