atração

18% dos patrões assumem que não contratariam LGBTI para cargos de chefia

18% dos patrões assumem que não contratariam LGBTI para cargos de chefia
Uma pesquisa realizada pelo site de recrutamento Elancers trouxe à tona uma triste realidade ainda presente – e bem longe de ser incomum – no mercado de trabalho: a do preconceito contra o público LGBTI. Segundo o levantamento feito em junho deste ano com dez mil empresas clientes da plataforma, 18% dos gestores responderam que não contratariam alguém parte da população LBGTI para assumir um cargo de liderança. 7% dos consultores afirmaram que não fariam a admissão “de forma alguma”. As...

Conteúdo exclusivo para assinantes ou cadastrados.

Já tem cadastro ou é assinante?

Cadastre-se grátis

Tenha acesso a este e outros conteúdos gratuitos.