Imagine a seguinte situação: um candidato a uma vaga de emprego manda o currículo para a empresa, é chamado para uma entrevista, chega ao local e a pessoa responsável apenas lê o currículo na frente do candidato e fica por isso mesmo.

Quando muito, ele é chamado novamente para testes e novas entrevistas com os gestores.

Certamente a situação indicada acima, infelizmente, ainda é comum para muitas pessoas. O problema é que um processo seletivo feito em diversas etapas é prejudicial tanto para o setor de Recursos Humanos quanto para os candidatos a uma vaga de emprego.

Neste sentido, a metodologia ágil aplicada ao setor de Recursos Humanos torna-o mais estratégico e menos operacional, otimizando o tempo de trabalho.

Dados comprovam a eficiência de um trabalho ágil.

Um estudo publicado pela consultoria PwC em 2017, realizado com 2.216 executivos espalhados pelo mundo, apontou que 22% das empresas que mais lucraram em um período de três anos antes da pesquisa, usavam metodologias ágeis na maior parte dos projetos.


Baixe gratuitamente o eBook “ESG – como as três letras vão conduzir o futuro do trabalho” – O que significa ESG e como ele pode ter um impacto tão grande na esfera trabalhista? Confira: Uma pitada de contexto: o que é esse tal de ESG?; O panorama global e brasileiro de ESG; ESG + Diversidade: relações; Estratégias: o caminho das pedras; Como o RH pode ajudar?; Benchmarking: case do mercado; Conclusão. Produzido pela Jobcam e RHPraVocê. Clique AQUI.


A mesma consultoria realizou um outro estudo demonstrando que projetos que adotam metodologias ágeis obtêm 28% a mais de sucesso, se comparado a abordagens tradicionais.

O que é metodologia ágil?

O conceito de metodologia ágil, vinculado a tecnologia, em sua base, está relacionado a ajudar empresas e pessoas a tornarem os processos de trabalho mais eficientes, visando melhores resultados e aumento da produtividade, entendendo que, para cada tarefa, há um momento específico.

O profissional de Recursos Humanos tem, entre suas principais atribuições: atrair e selecionar pessoas, incluí-las, treiná-las e engajá-las na cultura organizacional e reconhecendo seu capital intelectual.

Portanto, diante de tanta responsabilidade, tornar-se uma empresa dinâmica em uma cultura de gestão integrada é fundamental.

Como otimizar processos?

Importante ressaltar que o processo não precisa ser 100% ágil, mas algumas atitudes tornam o recrutamento de pessoas mais eficiente. O planejamento e uso de tecnologia tornam-se grandes aliados nessa tarefa. Confira algumas ações que irão otimizar o fluxo de trabalho:

Uso de ferramentas de inteligência artificial – No mercado, há diversas ferramentas que podem auxiliar a encontrar candidatos com perfis adequados a um negócio específico. Use os algoritmos a seu favor e não perca mais tempo!

Determine tempo para cada etapa – Também conhecida como spint, elas referem-se a ao tempo disponível para cada parte do recrutamento. Em geral, cada spint dura cerca de uma semana, mas o mais importante é ter uma meta. Confira um exemplo:

  1. Busca e apresentação de candidatos em potencial para o gerente;
  2. Seleção e agendamento de entrevistas (após feedback do gerente);
  3. Entrevista com o gerente
  4. Decisão do candidato para ocupar a vaga

Divisão de tarefas – Conhecida como scrum, é uma metodologia que divide as tarefas em trabalhos a serem concluídos em um tempo determinado. Para essa técnica, são feitas reuniões breves para que a equipe informe como está o status da tarefa designada.

Para facilitar a visualização, é possível criar quadros de tarefas para que o time acompanhe instantaneamente o que está sendo realizado.

Lembrando que há diversas técnicas envolvendo metodologia ágil e elas devem ser adotadas conforme a estrutura do ambiente, de modo a encontrar a mais adequada para a situação.

Benefícios para o time de RH e para os candidatos a uma vaga

Agora que você compreendeu o que é uma metodologia ágil e como aplicá-la, consegue visualizar os benefícios?

A união da técnica adequada beneficia tanto os profissionais de RH quanto as pessoas que buscam uma vaga de emprego e isso é fundamental em um cenário como o atual, onde a taxa de desemprego no Brasil ficou em 11,1% no 1º trimestre de 2022 (IBGE) e a inflação tem uma expectativa de chegar a 7,89% (BC), tornando a busca por um emprego e, consequentemente, por um salário, uma situação necessária e urgente para muitas pessoas.

Para os profissionais de RH, um bom planejamento e o uso de métodos adequados otimiza o tempo e torna o time produtivo, enquanto um processo seletivo otimizado e focado no que realmente importa faz com que o recrutamento seja mais rápido, atendendo a necessidade de quem está em busca de um emprego.

Metodologia ágil como tornar o recrutamento mais estratégico

Por Paulo Paiva, consultor empresarial, especialista em Gestão de Pessoas e de RH, com experiência de quase 20 anos na área. Atualmente, Coach e Mentor em Vida, Carreira e Negócios, desenvolvendo líderes em empresas nacionais e internacionais de diversos segmentos. Diretor executivo da Gestão Empresarial.

 

Ouça também o PodCast RHPraVocê, episódio 70, “Quais competências não podem mais faltar para um profissional de RH?” com Emanuella Velez, uma das 25 mais influentes vozes do LinkedIn no Brasil. Clique no app abaixo:

Não se esqueça de seguir nosso podcast e interagir em nossas redes sociais:

Facebook
Instagram
LinkedIn
YouTube