A transformação digital tornou-se um tema recorrente, entre tantas abordagens acredito que uma merece ser destacada: entender como ela afeta a sua gestão de equipe. Digo isso pois, é importante ter em mente como utilizar a transformação digital à favor da gestão de talentos, mas na prática há mais desafios. Não adianta investir em tecnologia de gestão se não houver alinhamento estratégico, ou seja, uma coisa depende da outra.

Um bom exemplo é o do setor de recursos humanos que pode ser inserido no contexto tecnológico ao perceber as necessidades de sua rotina. Isso possibilita que em menos tempo o departamento produza mais e melhor sem aumentar consideravelmente o uso de recursos, isso graças às ferramentas disponíveis que tornam a gestão de pessoas high-tech.

As vantagens do uso de software de gestão em seu RH são inúmeras, mas ressalto algumas delas, as contratações podem ser feitas com maior eficiência, a administração dos dados de seu time será em ambiente seguro e o aumento da transparência de sua empresa. Essas etapas garantem praticidade e velocidade.

Outro atividade que pode ser facilitada é a seleção de currículos ao longo de um processo seletivo, antes feita de maneira manual, agora a automatização pode ser responsável pela separação através de um software específico.

Outros processos também podem ser facilitados como: treinamentos, capacitações, gerenciamento de avaliações de desempenho, controle e gestão de EPI’s, dentre outros. É possível notar menor incidência de erros logo no início da implementação de soluções como essas.

Formar equipes se torna mais simples, contratar vira um procedimento ágil apenas com a implementação de tecnologia na gestão de pessoas. Outra vantagem é que o histórico de toda a seleção fica disponível para facilitar o trabalho com futuras oportunidades.

É sempre importante lembrar que quando não há o agir humano envolvido, o processo tecnológico não produz o que se espera para o usuário. A tecnologia se reinventa após ser humanizada, por isso a transformação digital é facilitadora de processos, promove a integração da empresa e organiza as atividades internas e externas.

A gestão de talentos está inserida nesse contexto, pois seu objetivo é cuidar bem dos colaboradores de sua empresa e fomentar a participação.

O ambiente corporativo atual é marcado pela gestão de talentos. Clientes passam a buscar e confiar mais em empresas autênticas, conscientes de seus papéis diante a sociedade e da importância dos seus colaboradores neste cenário específico.

Quanto mais andar em sincronia: equipe + tecnologia com a estratégia organizacional, melhor o êxito na valorização dos talentos.

Gerenciamento de equipe também pode ser high-tech

 

Por Irina Bezzan, Chief Meaning Officer, Managing Director da The Bridge, rede global que conecta talentos digitais a empresas ao redor do mundo. Também atua como consultora e coach de carreira, é mentora de executivos e também do Founder Institute em programas de aceleração, onde lançou a ferramenta de assessment Gluker.World . Possui uma forte carreira acadêmica e leciona na escola de negócios Conquer sobre empreendedorismo, produtividade e liderança.