Investir em programas de estágios é treinar novas habilidades e gerar futuros profissionais líderes

Empresas investem em programas de estágios a fim de qualificar um estudante para o seu desenvolvimento profissional. E se perguntam: como preservar o estagiário para que ele assuma um cargo fixo?

Os estagiários, por sua vez, se questionam, como posso avançar para ser contratado pela empresa?

Uma preocupação especialmente aqueles que querem se manter no serviço, pois com o início da pandemia em 2020, 300 mil jovens perderam suas vagas de trabalho, de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios – Contínua (PNAD).

Em março deste ano, o Brasil apresentava cerca de 900 mil estagiários, sendo 686 mil de cursos superiores e 214 mil de curso médio e técnico, e ainda de acordo com o PNAD, existe muita gente fora do mercado. Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Gestão e Educação), o país atingiu a sua maior taxa de desemprego nos últimos tempos, são 14 milhões de pessoas em busca de oportunidade no mercado, um percentual de 14,3% da população. Os jovens entre 18 a 24 anos representam 31% do total de desempregados.

A oportunidade do aluno que está estagiando para se destacar na empresa em que está atuando é grande, pois os jovens estão cada vez mais valorizando o seu estágio e com perspectivas para o futuro. E as empresas estão valorizando os jovens estagiários, pois acreditam que poderão ser os próximos líderes da Instituição.

Com os programas de estágio, a empresa pode contratar o aluno após o encerramento do contrato e investir neste funcionário pela experiência que apresenta, desenvolvendo-o, por exemplo, para o cargo de chefia, além de aumentar o grau de confiabilidade entre o empregado e empregador.

Sendo o primeiro passo para a carreira profissional, o estagiário ganhará experiência no mercado de trabalho, pois:

  • estará exercendo as tarefas da área pretendida;
  • poderá estagiar com a troca de uma remuneração, em que terá a sua primeira renda financeira, tendo própria autonomia com o salário;
  • entenderá mais sobre a profissão que seguirá, através dos processos práticos e desafios do dia a dia e
  • levará mais conhecimento da experiência dentro das aulas, por vivenciar a situação e absorver mais conteúdo para compartilhar; estabelecerá uma conexão de networking e estará mais próximo de alcançar uma vaga que almeja.

No mês de agosto, o dia 18, marcou o Dia do Estagiário, um cargo importantíssimo para o desenvolvimento das empresas e para a economia do país. Além disso, a empresa cumpre com o seu papel social, ajudando na formação profissional de novas gerações.

Reter talentos através de programas de estágio é uma peça chave importante para a empresa que procura profissionais qualificados. É essencial manter o estagiário confiante e motivado, e impulsioná-lo ao próprio desenvolvimento, fazendo-o acreditar na visão, valores e missão do ambiente organizacional.

E como reter esses talentos na prática?

Os passos fundamentais para conquistar um novo colaborador da própria empresa ou de que tenha passado por uma outra empresa, são:

  • “mostrar que existe um bom plano de carreira”;
  • “manter um ambiente e clima de trabalho agradável”;
  • “estabelecer um pertencimento do estagiário com a equipe”;
  • “promover mais cursos de especialização” e
  • “ganhar a confiança do colaborador”.

Com essas etapas determinadas dentro da empresa, as chances de um estagiário em querer ser contratado são assertivas, e a motivação estará presente durante o trabalho deste novo funcionário para apoiar no crescimento da empresa.

Como reter talentos por meio de programas de estágio.
Por Rogério Silva, CEO do Cebrac – Centro Brasileiro de Cursos e Especialista em Carreiras.