Para levar a sua organização a um novo patamar, líderes de RH estão reinventando os princípios básicos do negócio. Os modelos emergentes de gestão são criativos, automatizados, flexíveis e resilientes. “Trabalho” agora é “talento”. Hierarquias são distribuídas em hubs de equipes. Concorrentes são colaboradores do ecossistema. E as empresas se tornam mais humanas: inspiradoras, colaborativas e empenhadas em criar uma experiência do colaborador que seja significativa e engajadora.

Na base de todo esse movimento está a tecnologia, oferecendo experiências conectadas, integradas, processos ágeis e respostas em tempo real, um mercado que, até 2025, valerá cerca de US$ 30 bilhões, segundo a empresa de consultoria Grand View Research, com ferramentas que reduzem o tempo gasto em tarefas administrativas, permitindo que eles se concentrem em questões mais estratégicas.

Ao agilizar e dar mais assertividade a tarefas como recrutamento, folha de pagamento, Controle de Frequência, SST entre outras, a tecnologia de RH melhorou significativamente a eficiência de todos os processos.

Com a tecnologia ajudando muito a simplificar todos os processos de RH, como Onboarding e Offboarding, gerenciamento de benefícios e folha de pagamento, os gestores de Recursos Humanos podem dedicar seu tempo e esforços para outras tarefas igualmente ou mais importantes. Eles podem ficar atentos, analisar o que motiva os funcionários, garantir que os valores da liderança estejam alinhados com a cultura da empresa e refinar maneiras de desenvolver equipes mais fortes e felizes.

Dados inteligentes, melhores decisões

A adoção de soluções de Analytics, que integram, correlacionam e transformam dados em insights acionáveis é outro benefício da transformação digital do RH. Organizações que tomam decisões baseadas em dados sobre seu pessoal podem alcançar um desempenho mais alto e melhores resultados. Para isso, dados e análises não devem ser encarados simplesmente como relatórios, painéis, métricas e algumas visualizações sofisticadas. Informações corretas podem agregar enorme valor ao negócio, ajudando a tomar melhores decisões para uma infinidade de problemas de negócios, sejam eles relacionados a Onboarding, Offboarding, desempenho, pagamento, retenção, engajamento ou cultura.

A gestão de competências e objetivos, por exemplo, tem sido uma importante função de RH, onde os gestores conduzem o processo, monitorando o desempenho, coletando feedback da supervisão e facilitando as revisões regulares dos funcionários. Com a tecnologia, é possível ter esses dados em tempo real, com maior clareza, e tomar decisões que realmente vão fazer a diferença tanto na produtividade quanto no engajamento dos colaboradores.

RH, por que investir em pessoas

Investir em pessoas é a decisão mais importante a ser tomada por qualquer organização no mundo de hoje, e começa com a adoção da tecnologia de RH. Como empresa, é imperativo que as estratégias e abordagens corretas sejam implementadas para impulsionar a transformação sustentável para as futuras forças de trabalho, indo além da maneira convencional de trabalhar, praticar e gerenciar o trabalho, colaborando com o negócio, neste contexto de mudanças aceleradas.

A estratégia digital certa para RH deve abranger uma perspectiva ampla e estar preparada para lidar com os desafios de negócios e da força de trabalho, com uma abordagem verdadeiramente holística. Só assim o setor irá realmente se tornar uma peça fundamental para a sustentabilidade financeira da empresa, alinhada ao seu planejamento estratégico.

Apdata, empresa especializada no desenvolvimento de Soluções Globais de software e terceirização para a gestão completa de Recursos Humanos, indicada no Top of Mind 2023 nas categorias: Tecnologia para Gestão de RH e Atração e Retenção de Talentos.

Clique aqui e saiba como votar na Apdata.