A transformação digital avança nas empresas em um ritmo acelerado. De acordo com o estudoDigital Transformation Index 2020”, produzido pela Dell Technologies, 80% dos negócios respondentes disseram ter um programa estruturado para a transformação digital. Outros 89% revelaram que a adaptação da empresa e dos times às novas tecnologias está sendo um sucesso.

Mas qual é o impacto da transformação digital no RH? Por que é um processo importante para esse setor? Descubra as respostas nos próximos tópicos!

O que é transformação digital no setor de recursos humanos?

A transformação digital no setor de recursos humanos é sobretudo uma mudança de mindset (pensamento) corporativo. Uma vez que, esse processo se estrutura em uma cultura voltada para a inovação de demandas, projetos, ferramentas e estratégias.

É importante entendermos isso porque muitos acreditam que a transformação digital envolve apenas a implantação de tecnologias. Na verdade, a aquisição de aplicações virtuais é uma consequência da prática da inovação. Nesse contexto, o RH obtém uma maior integração, otimização, automação e eficiência em todas as atividades internas.

Sendo uma área estratégica e central, o RH pautado na transformação digital, logo amplia os benefícios da cultura da inovação para toda a empresa. O resultado é uma gestão de pessoas moderna, bem direcionada, flexível e que oferece uma excelente experiência para os colaboradores.

Qual é a importância da transformação digital?

O livro “Transformação Digital: repensando o seu negócio para a era digital”, escrito por David L. Rogers, mostra o alcance da transformação digital nas empresas. Segundo esse autor, esse processo se expande em 5 domínios:

  • Clientes – novas formas, canais e ferramentas para o relacionamento com o público-alvo;
  • Competição – os negócios disputam com marcas de várias áreas comerciais diferentes;
  • Dados – uso do big data para descobrir o perfil de profissionais e fazer previsões empresariais;
  • Inovação – aprendizado contínuo, implantação de tecnologias e novos modelos de serviço;
  • Valor – entrega de uma proposta de valor que faça a empresa se diferenciar no mercado em que atua.

Podemos dizer que dos 5 domínios, pelo menos, 3 deles impactam diretamente nos recursos humanos: dados, inovação e valor. Quando essa trinca existe no RH, os gestores percebem que as decisões são mais estratégicas e seguem na direção da valorização dos profissionais internos.

Por exemplo, digamos que os recursos humanos desejem aumentar o engajamento de colaboradores remotos com a cultura da empresa. Como a transformação digital pode ajudar? Por meio de tecnologias, o RH cria canais de comunicação, oferece treinamentos e monitora o desempenho dessas equipes.

Essas práticas aproximam a empresa dos times remotos. Com o tempo, esses colaboradores se sentirão parte do negócio, terão um maior nível de satisfação e engajamento em seus serviços. Sem dúvidas, a transformação digital fertiliza boas ações e objetivos que foram planejados pelo RH.

Quais são os impactos para o RH?

Segundo a pesquisaGlobal Human Capital Trends 2021”, feita pela Delloite Insights, as empresas acreditam que a transformação digital ajuda na capacidade de organizar e gerenciar processos com rapidez e eficiência.

Para entender melhor como isso acontece na prática, a seguir, apontamos como a transformação digital impacta positivamente diferentes demandas do RH.

Na comunicação

A transformação digital é uma excelente base para o fortalecimento da comunicação interna. Seja para interação entre as equipes ou o fornecimento de feedbacks individuais, o RH terá à disposição tecnologias, metodologias e estratégias inovadoras.

No caso da comunicação entre os profissionais, as plataformas colaborativas que utilizam métodos ágeis com o Kanban e o Scrum, permitem que os envolvidos em projetos tenham interações em tempo real. O resultado é a melhoria e a otimização das entregas.

No recrutamento e seleção

O impacto da transformação digital no recrutamento e seleção é percebido principalmente na eficiência das contratações. Isso acontece porque as aplicações R&S são configuradas de acordo com o perfil profissional desejado pela empresa.

Sendo assim, as ferramentas buscam candidatos, analisam currículos e apontam quais são os mais compatíveis com o cargo vago e a cultura do negócio. Por fim, o processo seletivo se inicia com participantes adequados, elevando as chances de contratar o profissional ideal.

No quesito produtividade

O RH tem algumas demandas que exigem tempo e esforço dos colaboradores, como a gestão de benefícios e da folha de pagamento. Quando essas tarefas são realizadas por tecnologias, a produtividade do setor cresce consideravelmente.

Uma vez que essas demandas são automatizadas, os profissionais podem focar suas habilidades e competências em atividades mais estratégicas. Dessa forma, o RH impulsiona o desempenho e o progresso na carreira do time.

Nos processos de trabalho

Sem tecnologias adequadas, os processos do RH tendem a ficar burocráticos e engessados. Em especial aquelas que exigem a coleta de documentos, assinaturas e o envio de informações ao eSocial – como exemplo, podemos citar a etapa admissional e demissional de colaboradores.

Esse cenário muda completamente com a ajuda da transformação digital. No caso da coleta de documentos de contratados ou demitidos, as tecnologias permitem que seja feita remotamente. Além disso, os sistemas avisam sobre o prazo para o envio de dados ao eSocial.

Na automação de tarefas e redução de erros

Além do já citado processo de gestão da folha de pagamento, o RH cuida também do cálculo de verbas rescisórias. Ambos são complexos e muito suscetíveis a erros humanos. Porém, as ferramentas virtuais gerenciam essas demandas com o mínimo de margem de erros.

Desse modo, a empresa evita ser penalizada pela Justiça do Trabalho por falta do pagamento correto de salários, benefícios, adicionais salariais e verbas trabalhistas.

Na mensuração de resultados

A transformação digital permite que o RH analise e mensure resultados vindos de indicadores de desempenho (KPIs). Esses índices mostram “as quantas andam” os processos internos em termos de qualidade e produtividade.

Sem falar que apresentam também os níveis de desempenho dos colaboradores. Com base nessas informações, o RH pode modificar ou melhorar estratégias adotadas.

Quando falamos em transformação digital, alguns imaginam que é um cenário futuro. Mas como vimos neste artigo, esse processo está a pleno vapor nas organizações. Sendo assim, é essencial que os RHs comecem com rapidez a abrir as suas portas para as práticas e ferramentas da transformação digital.

Sobre a Convenia

A Convenia é uma HR Tech com soluções voltadas para otimização de tempo e custos das empresas. Nasceu há alguns anos, com o objetivo de trazer alta tecnologia para o setor de RH, de forma acessível e prática.

Desde então, trabalha fortemente para que os produtos evoluam junto com os clientes, pois compreendem que, diminuindo o tempo gasto com rotinas operacionais, as empresas têm mais tempo para as pessoas.

Atualmente as soluções abrangem admissão digital, férias e departamento pessoal, onde você pode gerir todo seu time em um sistema em nuvem.